Michel Temer [VIDEO] está cada vez mais preocupado com o que a estremecida relação entre Planalto e presidente da Câmara dos Deputados pode trazer de ruim para seu governo. Para tentar estancar essa sangria as vésperas da votação da segunda denúncia contra ele na Casa Legislativa, Temer enviou o secretário de Governo, Antonio Imbassahy (PSDB), para tentar dialogar com Rodrigo Maia. Os dois são amigos de longa data.

A relação entre Planalto e Rodrigo Maia vem piorando semana a semana. O último momento de tensão foi quando a base aliada boicotou a votação da medida provisória que trata sobre o acordo de leniência do Banco do Brasil.

Essa era uma pauta de interesse de Maia, que ganharia os holofotes.

Como resposta, o presidente da Câmara mais uma vez atacou o governo e disse estar "cansado da falta de respeito" do Planalto. Com esse último desentendimento na terça-feira (10), Temer resolveu enviar Imbassahy para dialogar com o deputado carioca.

Centrão

Curiosamente, Antonio Imbassahy é o principal alvo da ala do Centrão que pede a diminuição do espaço do PSDB do governo. Alguns líderes do Centrão já se recusam a articular com o tucano. Como secretário de Governo, essa é sua função, manter a articulação entre a base aliada e o Planalto.