Em pouco mais de três anos da Operação Lava Jato, mais de 20 envolvidos permanecem presos por ordem do juiz Sérgio Moro, mais de 100 foram condenados. Devido às grandes proporções que a Operação Lava Jato tomou, reunimos as 6 maiores condenações.

6º) Gim Argello - 19 anos

Ex-senador pelo Distrito Federal, em 2016 fechou um acordo de delação premiada, foi condenado pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e obstrução à investigação de organização criminosa pelo juiz Sérgio Moro.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Lava Jato

O patrimônio de Gim Argello ultrapassa R$1 bilhão.

5º) Marcelo Odebrecht - 19 anos e 4 meses

Presidente da Odebrecht, em 2016 fechou um acordo de delação premiada que abalou o cenário político brasileiro, comprometendo-se a devolver, através de sua empresa, mais de R$ 5 bilhões aos cofres públicos.

Foi condenado pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio. A fortuna de Marcelo Odebrecht ultrapassa R$14 bilhões.

4º) Pedro Corrêa - 20 anos, 7 meses e 10 dias

Ex-deputado federal, teve seu mandato cassado em 2006. Foi condenado em 2013 no escândalo do Mensalão, e em 2016 recebeu condenação pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

3º) José Dirceu – 23 Anos

Ex-deputado federal e ex-ministro do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, já havia sido condenado no escândalo do Mensalão. Dirceu foi condenado na Lava Jato, em 2013, por corrupção passiva, recebimento de vantagem indevida e lavagem de dinheiro. Em maio assado, o Supremo Tribunal Federal concedeu a liberdade ao José Dirceu.

2º) Renato Duque – 50 anos e 11 meses

Ex-diretor de Serviços da Petrobras, foi condenado a mais de 50 anos em quatro processos.

Os motivos das condenações foram os crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Também teve apreendido mais de US$ 2 milhões (R$ 6,38 milhões) em uma conta em um banco de Mônaco em nome de uma offshore. Segundo a Justiça, a conta seria de Renato Duque.

1º) Sérgio Cabral – 72 Anos

Ex-governador do estado do Rio de Janeiro, foi condenado três vezes. A primeira condenação foi pelo juiz Sérgio Moro a 14 anos de prisão. A segunda, pelo juiz Marcelo Bretas, com pena de 45 anos, que recentemente condenou novamente o ex-governador a mais 15 anos, totalizando 72 anos de prisão em regime fechado. Cabral recebeu condenações por 148 crimes. Sergio Cabral foi governador [VIDEO] do estado do Rio de janeiro por dois mandatos consecutivos e atualmente está preso.