Já é conhecida a relação quase íntima entre a empresa JBS, dos irmãos Joesley e Wesley Batista, com diversos políticos notórios do Brasil. Diversos escândalos vieram a público no ano de 2017. Com base nisso, veja a lista dos seis maiores suspeitos de recebem propinas pagas pela empresa:

1º - Guido Mantega

Economista nascido na Itália, Mantega foi ministro da Fazenda e Ministro de orçamento e gestão do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Também foi ministro da Fazenda no primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff.

Em setembro de 2016, foi preso pela Polícia Federal e solto no mesmo dia alegando problemas de saúde, A suspeita é que Guido Mantega tenha recebido ao menos R$ 220 milhões de reais da JBS. Ele atuaria como intermediário para pagamentos ao PT.

2ª - Lula

Do sindicato à Presidência da República, conhecido por muitos como “pai dos pobres”, Lula foi considerado um dos melhores presidentes do Brasil por muitos brasileiros.

Atualmente, Lula é o principal suspeito de uma das maiores operações federais contra fraudes já revelada na história. A suspeita é que Lula possa ter recebido pelo menos R$ 180 milhões em propinas da JBS.

3ª - Dilma Rousseff

Primeira mulher a assumir o cargo máximo do País, também foi a primeira presidente mulher a ter o mandato definitivamente cassado, por muitos considerado um “golpe”, por outros uma “salvação”.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Michel Temer Política

Seu sucessor, o atual presidente da República, Michel Temer, foi o grande articulador do processo de impeachment que foi instaurado contra a ex-presidente. Suspeita-se que Dilma possa ter recebido pelo menos R$ 100 milhões da JBS por troca de favores.

4ª - Aécio Neves

Candidato à presidente derrotado na eleição de 2014, Aécio Neves, neto do ex-presidente Tancredo Neves, com quem adquiriu suas primeiras experiências políticas, foi surpreendido com diversas acusações de recebimento de propinas, e chegou a ser afastado de seu mandato de senador (PSDB-MG) pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Suspeita-se que Aécio e seu grupo tenham recebido pelo menos R$ 80 milhões da JBS.

5ª - Eduardo Cunha

Economista nascido no Rio de Janeiro, foi a pessoa chave do processo de impeachment de Dilma Rousseff. Foi preso e condenado a mais de 10 anos de prisão pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro, e evasão de divisas. Suspeita-se que pelo menos R$ 30 milhões foi recebido por Eduardo Cunha da JBS.

6º - Michel Temer

Atual presidente do Brasil, Michel Temer é considerado um grande político e articulador, além de ter em mãos o maior partido do Brasil, o PMDB. Exerce forte influência sobre os Poder Legislativo e Judiciário. Suspeita-se que Michel Temer tenha recebido pelo menos R$ 20 milhões da JBS por troca de favores.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo