A liberdade do ex-ministro José Dirceu ainda causa discussão e revolta em muitos lugares. No Supremo Tribunal Federal (STF) [VIDEO], recentemente, os ministros Gilmar Mendes e Luis Roberto Barroso bateram boca sobre quem foi o responsável em soltar o petista e o clima só amenizou com a intervenção da presidente da Corte, Cármen Lúcia.

Enquanto as coisas pegam fogo, o petista aguarda seu julgamento em liberdade, mas sem aparecer muito. Ele fica o tempo inteiro fechado em casa e só sai para lugares restritos, já que ele é alvo de protesto e revolta de muita gente.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Governo

O ex-ministro tem sido a última palavra das decisões do PT. Ele é o responsável em indicar o caminho que deve ser seguido e dar as cartas aos companheiros. Emissários sempre vão em sua residência buscar informações e levar até os militantes.

O endereço de Dirceu é uma incógnita para a militância petista. Um segredo bem guardado. Ninguém pode se aproximar dele sem autorização.

Conforme informações da Revista "IstoÉ", a residência dele fica no Lago Sul, um lugar nobre de Brasília. Lá existe muito vai e vem de carros e isso tem chamado a atenção dos moradores em volta.

Segundo um assessor do deputado Chico Vigilante (PT-DF), Dirceu vive lendo o dia inteiro, e quando para de ler é porque chegou alguma visita na sua casa, o que acontece direto.

Orientações

O PT não dá um passo sem que Dirceu dê a direção. Uma de suas ordens é que o partido não aceite nada o que vier do Governo Michel Temer. Tem que sabotar tudo.

Ele participa das decisões sobre manifestações que são feitas nas ruas e foi um dos responsáveis em escolher a senadora Gleisi Hoffmann para ser presidente do partido.

Agora, ele faz um pedido especial ao partido. Dirceu quer que o PT se aproxime dos militares. Apenas para ressaltar, esses dias ele escreveu texto com várias críticas aos generais [VIDEO]: Hamilton Mourão e Villas Bôas e tentou explicar qual seria a função correta das Forças Armadas, o que revoltou alguns militares.

Contatos

José Dirceu também tem se comunicado com outros réus da Operação Lava Jato, como por exemplo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele não pode ter encontros pessoais com eles, mas mantém contato através de mensageiros.

Uma das mágoas do ministro é com seu companheiro de partido, o ex-ministro Antonio Palocci, que fechou delação premiada.

Dirceu sabe que a qualquer momento pode voltar à cadeia, mas revela aos amigos tranquilidade, já que é uma condenação contra o partido