O ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, réu e condenado a mais de nove anos de prisão em processo que está no âmbito da Operação Lava Jato, se manifestou através de um discurso proferido neste domingo (19), durante a realização de um congresso partidário organizado pelo PC do B (Partido Comunista do Brasil). Vale ressaltar que o ex-presidente encontra-se em uma situação extremamente complicada, já que aguarda a confirmação ou reforma de uma sentença proferida em primeira instância, pelo juiz Sérgio Moro, responsável pela condução dos trabalhos da Operação Lava Jato, a partir da décima terceira Vara Criminal da justiça Federal de Curitiba, no estado do Paraná.

Publicidade
Publicidade

A Lava Jato é considerada a maio operação de combate à corrupção na história contemporânea do país e uma das maiores em todo o mundo. O processo que envolve a propriedade do apartamento de luxo tríplex do Guarujá, pelo qual o ex-mandatário foi condenado, encontra-se em tramitação no TRF4 (Tribunal Regional Federal da Quarta Região), em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Discurso apreensivo de Lula

Durante a participação neste domingo no congresso do PCdoB, que lançou a candidatura de Manuela D´Ávila para a Presidência da República, Lula afirmou que a esquerda no Brasil encontra-se extremamente numa situação de "fragilidade" e que um de seus principais opositores ao Palácio do Planalto, deputado federal Jair Messias Bolsonaro (PSC-RJ), tem o direito de ser candidato, já que segundo Lula, o Brasil tem que colher aquilo que planta.

Publicidade

Em uma ação dirigida a Bolsonaro, Lula chegou a dizer que tanto ele não seria de extrema esquerda, assim como Bolsonaro não seria de extrema direita. Lula criticou o presidente Michel Temer, ao chamá-lo e também a seus aliados de "usurpadores". Quando Lula disse que não teria mais idade para ficar no "Fora Temer, um militante da plateia respondeu que a solução seria "pegar em armas", em alusão a movimentos contrários à ditadura.

Em outro momento de seu discurso, já através de uma crítica direcionada ao Congresso Nacional, Lula afirmou que o Parlamento de hoje, com bancadas conservadoras consideradas expressivas, resulta no reflexo do pensamento político da sociedade brasileira, durante o ano de 2014 e num recado de que as coisas não estejam nada boas para a esquerda, o petista disse que uma eventual aliança formada por partidos de esquerda, estaria mais perdendo do que ganhando.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro Lula

O ex-presidente também "atacou" a Rede Globo de Televisão, ao afirmar que a emissora tem que ser investigada por ter feito algumas falcatruas, em se tratando, da obtenção de contratos de transmissão de eventos esportivos. Lula disse que o empresário argentino Alejandro Burzaco afirmou que a TV Globo fez falcatrua para ganhar e deve ter feito mesmo. O petista ironizou o fato de a TV Globo ter dito supostamente ter realizado uma investigação sobre a própria emissora.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo