A disputa eleitoral do ano que vem promete ser bastante polêmica e, ao mesmo tempo, com grande rivalidade. [VIDEO]Os nomes que estão disputando espaço no poder são bastante conhecidos. Alguns se mostram claramente como as peças que vão mesmo brigar pela atenção do eleitorado, enquanto outros mantém o silêncio diante de tudo. Na disputa pela corrida à presidência, alguns nomes estão sendo cogitados a disputar a Presidência da República. É o caso do apresentador Luciano Huck.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Jair Bolsonaro

O apresentador ainda não confirmou sua candidatura, mas estuda proposta e negocia com partidos. [VIDEO]

A coluna do Fraga, do portal de notícias R7, repercutiu as críticas que Bolsonaro fez, por exemplo, contra uma famosa jornalista da TV Globo, a especialista em política e economia Miriam Leitão.

Para ele, isso apenas ajuda Luciano Huck a crescer. Na disputa eleitoral, Bolsonaro representa a forte e extrema direita e deve rivalizar mesmo é com Luiz Inácio Lula da Silva, que, por sua vez, representa, a apesar de escassa, a extrema esquerda.

O caminho dos dois deve se cruzar muitas vezes, e especialistas acreditam que discursos tão diferentes podem favorecer o "meio termo". Nesse caso, quem se favorece é o apresentador da Globo. Segundo informações da 'Folha de São Paulo', a TV Globo, sem citar nomes, já se reuniu com os seus contratados e deu um ultimato, pedindo que eles saiam logo do ar, caso desejem mesmo se candidatar a algum cargo político. A Veja também soltou uma matéria sobre o assunto e garantiu que, se Huck for mesmo candidato, por contrato, ele precisa sair do seu programa ainda no final do mês de dezembro.

Lula e Bolsonaro podem favorecer crescimento de Huck por discursos tão diferentes

Juntos, Lula e Bolsonaro têm mais da metade da preferência em qualquer pesquisa séria. Embora estejamos bem longe da disputa, parece óbvio afirmar que os "centristas" só ganharão fôlego se um deles começar a murchar. Nesse caso, Huck pode ser um grande nome a ganhar a tônica. Basta saber se ele vai mesmo arriscar a carreira de apresentador para entrar na política, mas tudo indica que sim.

Nessa semana, até mesmo um ex-apoiado de Huck, o senador mineiro Aécio Neves, chegou a dizer que a candidatura de Luciano seria a clara representação da falência da política brasileira. Dilma também criticou o apresentador, que não deu respostas.

Deixe seu comentário. Ele é sempre muito importante e ajuda no diálogo com a sociedade.