O deputado federal Jair Bolsonaro [VIDEO] (PSC-RJ) é um dos pré-candidatos à Presidência do Brasil nas próximas eleições. Pesquisas eleitorais apontam o parlamentar e o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, do PT, como os nomes mais prováveis de chegarem à presidência do país. Em uma reportagem do jornal ‘’Folha de S. Paulo’’, publicada nesta segunda-feira (20), ele disse acreditar que estará no segundo turno em 2018, se não houver fraude no pleito.

Jair Bolsonaro faz avaliações sobre situação na eleição

De acordo ele, se não houver nenhum tipo de fraude, tem grandes chances de chegar ao segundo turno. Jair Bolsonaro, na maioria das vezes, tem uma postura dura, até mesmo um pouco agressiva.

O deputado federal acredita que tem grandes chances na disputa eleitoral.

Ele afirmou que é diferente de todos os candidatos e quem o escolhe como representante, dificilmente muda o seu voto. Por isso, ele afirma mais uma vez que a única coisa que pode deixá-lo de fora da disputa presidencial seria uma eventual fraude nas eleições de 2018.

Segundo as pesquisas, o deputado federal aparece com dois dígitos nas intenções de votos. Outro nome que surgiu na mídia foi o do apresentador Luciano Huck. Caso se confirme sua pré-candidatura, em dezembro sairá da Rede Globo. Neste momento, existem muitas especulações e nada está definido.

Luciano, entrando na disputa, talvez pudesse dividir um pouco os eleitores. Como é muito conhecido, muitos partidos mostraram interesse em tê-lo como candidato

No Brasil, alianças entre partidos são sempre feitas em torno do nome de um candidato.

Somente fazendo isto que um candidato tem mais ou menos chances de vencer uma eleição. Jair Bolsonaro, que é líder da extrema-direita, é bastante polêmico. Tudo o que ele fala tem uma enorme repercussão.

Ele defende a ideia da intervenção das Forças Armadas no país. Acredita que somente os miliares são capazes de pôr ordem no caos instalado no país. Ele é o tipo daquele candidato que “ame-o ou deixe-o”. Isso em razão de ser um pouco radical em suas posições, mas vários eleitores o apoiam, tanto que o seu nome está com força para as próximas eleições.

O deputado federal aparece nas mais recentes pesquisas de intenção de votos em segundo lugar na preferência dos eleitores. O primeiro lugar é ocupado por Lula.

E, você, compartilha da ideia que possa haver um golpe? Ou tudo isso é uma jogada do deputado? Será que somente uma intervenção militar daria jeito no Brasil?