O grande esquema de corrupção que tomou conta do governo brasileiro fez com que o rumo das eleições de 2018 se tornasse uma grande incógnita. Existe uma parcela da população que aposta que o próximo presidente do país será o deputado federal Jair Messias Bolsonaro (PSC-RJ). Porém, outras pessoas acreditam que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da silva (PT) será presidente do país mais uma vez. Porém, especialistas acreditam que o ex-presidente ficará fora da disputa presidencial por questões de cunho jurídico.

Os especialistas ainda apostam que Nem Lula nem Bolsonaro serão os próximos presidentes do país. O site econômico “Bloomberg” fez um evento que contou com a presença de muitos especialistas.

Eles afirmam que um candidato da centro-direita poderá ser vitorioso nessa corrida para se tornar o novo presidente do país.

Os analistas ainda acreditam que após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff houve um grande desgaste para o partido PSDB. Para os analistas, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, pode ser um nome de peso para ser escolhido pela centro-direita para participar da disputa e chegar a presidência. Entretanto, para Richard, analista político da XP Investimentos, Alckmin precisaria se posicionar um pouco mais para que os brasileiros possam conhecer sobre suas convicções de como tornar o Brasil um país melhor.

Incógnita de Lula

Até o momento, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vem liderando as pesquisas presidenciais. De diversos modos, ele aparece como grande vitorioso.

Os melhores vídeos do dia

Ainda não se sabe se o petista receberá uma segunda condenação pelos processos que ele responde.

Também não há como prever o tempo que a Justiça levará para tomar tal decisão. Vale lembrar que Lula foi condenado a nove anos e meio de prisão pelo juiz Sérgio Moro. Sua condenação aconteceu ainda em primeira instância. Caso ele receba mais uma nova condenação em segunda instância, ele se tornará inelegível.

Márcia Cavallari fala sobre um possível ‘caos’

Márcia Cavallari é CEO do Ibope. Durante uma breve entrevista, ela falou que a demora em relação da decisão judicial sobre Lula, pode ser um ‘’caos’’.

Márcia disse que, se por acaso Lula for condenado e preso, o cenário poderia ser transformado e o ex-presidente [VIDEO] poderia ser transformado em ‘’vítima’’. De acordo com a executiva, isso poderia provocar uma grande comoção.

Taxa de rejeição a Bolsonaro deve aumentar durante campanha eleitoral

O professor de ciência política da FGV São Paulo Cláudio Couto fez uma avaliação sobre um possível governo comandado por Bolsonaro.

Ele acredita que poderia se comparar a um regime bolivariano à direita. O professor ainda afirma que se uma pessoa acredita que o modelo venezuelano não representa algum tipo de problema, poderá votar em Bolsonaro [VIDEO].

Back, da XP Investimentos, disse que já se perguntou quantos economistas iriam se dispor a posar para uma fotografia ao lado do parlamentar. Especialistas acreditam que, se por acaso Jair sair vitorioso, o Brasil poderia enfrentar uma grande conturbação política.