O procurador federal Carlos Fernando dos Santos Lima, membro do Ministério Público Federal e integrante da força-tarefa de investigação da Operação Lava Jato [VIDEO], se manifestou sobre a palestra dada pelo juiz federal Sérgio Moro, titular em primeira instância, da décima terceira Vara Criminal da Justiça Federal de Curitiba, no estado do Paraná. Vale ressaltar que a Operação Lava Jato é considerada a maior operação de combate à Corrupção na história contemporânea do país e uma das maiores em todo o mundo.

Durante participação no Congresso Nacional dos Procuradores Municipais, o juiz Sérgio Moro foi ovacionado e aplaudido de pé pela maioria das pessoas presentes no evento que ocorreu na última terça-feira (21).

Porém, um pequeno grupo de procuradores decidiu se manifestar contrariamente à presença do magistrado paranaense, o que acarretou que algumas dessas pessoas se retirassem do local, inclusive com gritos de "vergonha". Esses procuradores que estavam presente no Teatro Ópera de Arame em Curitiba, vaiaram o juiz que é reconhecido tanto perante a sociedade brasileira, quanto em nível internacional, como um verdadeiro símbolo do combate à corrupção no país, devido a todo o seu trabalho desempenhado através da Operação Lava Jato, da Polícia Federal [VIDEO].

Procurador federal da Lava Jato e organizador se expressam

Após o protesto realizado por uma minoria de procuradores municipais presentes no auditório do Teatro Ópera de Arame, na capital paranaense, o procurador e um dos organizadores do Congresso Nacional dos Procuradores Municipais, Miguel Kalabaide, afirmou que a Associação Nacional dos Procuradores Municipais (ANPM) compreende que o convite dado ao juiz Sérgio Moro foi algo correto, já que o magistrado falaria sobre o combate de modo preventivo à corrupção, que é "o papel da Procuradoria".

Já em relação ao protesto de alguns procuradores, Kalabaide disse que quiseram partidarizar uma coisa que não haveria como partidarizar, num evento com 600 pessoas, onde quatro sujeitos fizeram vaia, pois, são pessoas conhecidas, militantes do PT.

Nesta quarta-feira (22), o procurador federal Carlos Fernando dos Santos Lima, integrante da força-tarefa da operação Lava Jato saiu, de modo contundente, em defesa do juiz Sérgio Moro. Ele ressaltou enfaticamente que Sérgio Moro é um grande juiz, que engrandece a carreira do Judiciário. O procurador Carlos Fernando foi ainda mais longe ao considerar que diante de fatos criminosos considerados inegáveis e que envolvem a dilapidação do patrimônio público, preocupa que essa manifestação de procuradores, que têm como dever a defesa desse mesmo patrimônio. Já o juiz Sérgio Moro resolveu não se manifestar sobre todo o ocorrido durante a realização de sua palestra no Congresso de procuradores.