Com a disputa completamente em aberto na eleição presidencial de 2018, alguns nomes que até então não eram cogitados começam a colocar as asinhas de fora e agir para disputar o pleito. O senador Cristovam Buarque (PPS-DF) é um deles. O parlamentar pediu afastamento de suas funções para poder traçar uma estratégia para ser candidato à Presidência da República no próximo ano.

O problema para Buarque é que o seu partido, PPS, já abriu as portas para a possível candidatura do apresentador Luciano Huck.

Na última quinta-feira (9), o ministro da defesa, Raul Jungmann (PPS), e o presidente do PPS, Roberto Freire, se reuniram com o global. Segundo informações da Folha de Pernambuco, Luciano Huck teria pedido um prazo para decidir sua filiação ao partido.

Sabendo dessa aproximação, Cristovam Buarque resolveu agir rápido internamente e também começou suas tratativas com o partido. Segundo ele, os partidos políticos está em um processo de escolhas, e ele está pleiteando junto ao PPS representar a sigla na eleição presidencial de 2018.

Exemplo de Lula

Cristovam resolveu usar a estratégia adotada por Lula e sairá em caravana pelo Brasil. O objetivo do senador afastado é convencer os integrantes do partido e ouvir o povo, segundo afirmou.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo