Jair Messias Bolsonaro nasceu em 21 de março de 1955, na cidade de Campinas, interior do estado de São Paulo, é filho de Olinda Bonturi e Perci Geraldo Bolsonaro, ambos de ascendência italiana.

Bolsonaro é um político e militar [VIDEO]brasileiro, da reserva, e na Câmara dos Deputados cumpre, atualmente, o sexto mandato, eleito pelo Partido Progressista (PP). Foi o deputado mais votado nas eleições gerais de 2014, no Rio de Janeiro com 464.000 votos, o que representa 6% do eleitorado fluminense. Foi, ao longo de sua carreira política, filiado a nove partidos, e desde março de 2016 está no Partido Social Cristão (PSC), mas devido a conflitos com a liderança do partido, migrou para o Partido Ecológico Nacional (PEN), onde em 2017 irá concorrer às eleições presidenciais.

Foi também suplente [VIDEO]da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, titular da Comissão de Segurança Pública, Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional e Combate ao Crime Organizado.

Alinhado à extrema-direita

Por criticar duramente o comunismo e a esquerda, defendendo com firmeza as suas posições conservadoras e nacionalistas, Jair Bolsonaro tornou-se nacionalmente conhecido, já enfrentou duas condenações judiciais e recebeu mais de 30 pedidos de cassação, sustentando várias declarações controversas. É conhecido por considerar legítima a prática da tortura, e por defender a ditadura militar (1964-1985). O discurso e as posições defendidos por Bolsonaro, classificam-no como sendo alinhado à extrema-direita.

Jair Bolsonaro, que comemorou a eleição do bilionário Donald Trump quando ele se elegeu presidente dos Estados Unidos, postou nas redes sociais que em 2018 o Brasil teria o mesmo caminho.

Está filiado ao Partido Ecológico Nacional, o PEN, que é registrado com o número 51. O PEN deve mudar o seu nome para PRONA (Partido da Reedificação da Ordem Nacional), legenda que Bolsonaro disputará a presidência da República em 2018.

Bolsonaro já tem o nome de seu vice

A famosa astróloga que previu a eleição de João Dória para prefeito da cidade de São Paulo, a vitória de Donald Trump nas eleições dos EUA, e também o impeachment de Dilma Rousseff, fez uma previsão surpreendente ao afirmar que o deputado Jair Bolsonaro será o novo Presidente do Brasil. Referindo se a Donald Trump e também a Jair Bolsonaro ela disse: ''é o destino dele ser Presidente de sua nação''.

A astróloga disse que estudou o mapa astral de todos os candidatos e que é preciso levar em consideração o que está escrito no céu, e o que está escrito é direita, conservadorismo, família, entre outaras coisas, e todas favorecem o candidato Bolsonaro.

O público eleitor de Jair Bolsonaro tem em média 25 anos, e é de classe média.

Em recente pesquisa divulgada pelo do Instituto Vertude, realizada por telefone com 6370 pessoas em todo o território nacional, Jair Bolsonaro já tem 34,05% dos votos, e Lula aparece com 27,40% dos votos, muito distante. Para seu vice, Bolsonaro cogita o nome do evangélico Magno Malta.