O site “O Antagonista” fez uma estimativa acerca do placar de Lula no Supremo Tribunal Federal e acabou impressionando os internautas. Segundo este site, há alguns ministros que poderiam votar a favor do ex-presidente Lula [VIDEO]. Dentre eles, encontra-se Dias Toffoli, que é o ministro e vice-presidente do STF [VIDEO]. Outros possíveis ministros que votariam a favor de Lula seriam Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio Mello, Rosa Weber e Celso de Mello.

O site listou ainda alguns possíveis nomes dos ministros do STF que são supostamente contra a candidatura de Lula. Dentre esses nomes, o site afirmou que o ministro Gilmar Mendes, que atualmente tem se envolvido em diversas polêmicas, é um dos que não aprovariam a candidatura de Lula.

Segundo o site, outros ministros que também seriam contra são Luiz Edson Fachin, a atual presidente do STF, Cármen Lúcia; Alexandre de Moraes, Luiz Fux e Luís Roberto Barroso.

De acordo com o site “O Antagonista”, cinco dos ministros do STF votariam a favor da candidatura de Lula, enquanto que seis deles seriam contra a mesma.

Ministério Público Federal solicita bloqueio de R$ 24 milhões de Lula e do filho

Foi pedido pelo Ministério Público Federal (MPF) o bloqueio de R$ 24 milhões do ex-presidente Lula e de seu filho, Luís Cláudio Lula da Silva. O pedido foi feito pelo juiz federal da 10ª Vara Federal do Distrito Federal, Vallisney de Souza Oliveira. Esta solicitação do MPF foi baseada no processo que se encontra em aberto contra Lula e seu filho desencadeado durante a Operação Zelotes, realizada pela Operação Lava Jato.

Este processo trata do suposto envolvimento de Lula durante a compra dos caças Gripen.

Na segunda-feira (13), foi publicada durante decisão que Lula e seu filho fossem intimados e tivessem o direito de manifestarem dentro de cinco dias úteis acerca da solicitação feita pelo MPF. Desta forma, eles têm até o dia 21 de novembro para se manifestarem, e depois disto, o juiz decidirá se realizará o pedido de bloqueio, ou não.

Segundo nota divulgada pela defesa de Lula, o pedido de bloqueio pode ser indeferido, pois “não há base jurídica e materialidade”. A defesa de Lula afirmou ainda que não há provas a respeito das informações que estavam no pedido do MPF e acrescentou que tudo isso é “perseguição política” contra Lula.

Atualmente, o ex-presidente Lula é suspeito de ter cometido tráfico de influência, organização criminosa e lavagem de dinheiro.