Luciano Huck [VIDEO]finalmente matou a curiosidade das pessoas que especulavam sua candidatura ao cargo de chefe da nação em 2018 e anunciou nessa segunda-feira (27), através de um artigo no jornal "A Folha de S.Paulo” o apresentador declarou que está fora da concorrência ao cargo de presidente da República em 2018. [VIDEO]

O apresentador afirmou que o recuo se deve ao grande apego que tem à família, os pais, a esposa Angélica e seus filhos. Todos foram contra suas pretensões de chefiar o país.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Governo

Huck ainda destaca que necessitou reunir muitas forças para resistir aos apelos sedutores da política.

O apresentador do "Caldeirão do Huck", da Rede Globo, ressalta que o momento brasileiro é de uma total descrença na classe política.

Contudo, quem o conhece e acredita nele pode ficar certo que continuará a ser cada vez mais atuante, com uma fé inabalável no país, mas não será mais candidato.

Continuará lutando por um Brasil mais justo, como sempre acreditou. Para isso, não precisa de cargos políticos ou eleições. Em seu texto, o marido de Angélica explicou que seu nome apareceu nas pesquisas pelo fato das pessoas estarem frustradas com os atuais políticos brasileiros e pela falta de opções. Segundo ele, sua convicção de que pode ajudar seu país de outras maneiras só aumentou.

O apresentador explicou a dificuldade de escapar às tentações da política e até citou a famosa "A Odisseia", de Ulisses, onde o personagem tentava escapar as seduções do canto das sereias por todos os lados, a pleno pulmões. Foi assim que Huck referiu-se aos encantos da política.

Sobre as especulações de seu nome ter surgido no cenário político como provável candidato à Presidência, o apresentador acredita que as pessoas o aceitam por causa de seu jeito, sua forma de encarar o mundo e sempre que possível tentar ajudar o próximo. De seus inúmeros defeitos e qualidades, o global destaca sua enorme paixão e curiosidade pelo outro, além de ter uma sensação de intimidade com as pessoas, especialmente os mais pobres.

Huck reconhece que sua geração tem feito pouco pela política atual e sabe que é preciso bem mais para o cenário brasileiro mudar. O apresentador tomou a decisão na última quinta-feira (23), mas divulgou apenas nesta segunda-feira (27). Ele também não se filiará a nenhum partido.

Justo no dia que decidiu não se candidatar o jornal "O Estado de São Paulo" publicou uma pesquisa de intenção de votos mostrando que o nome do moço tinha crescido entre os eleitores nos últimos dois meses, dando a entender que ele finalmente teria sido aceito no mundo político.