Anthony Garotinho (PR), ex-governador do estado do Rio de Janeiro, teve momentos de aflição em sua cela. Segundo ele, um homem armado com um porrete partiu pra cima dele, nesta sexta-feira (24). Garotinho havia sido preso na quarta (22) [VIDEO] por suspeita de Corrupção e financiamento ilegal de campanha.

A polícia instaurou um inquérito para entender o que aconteceu na cela. O ex-governador disse que sofreu represália e prestou depoimento referente às agressões. O Ministério Público decidiu pedir transferência dele para um outro Presídio, pensando na sua segurança.

Conforme informações de seu advogado, Carlos Azeredo, o caso de agressão aconteceu na madrugada desta sexta.

Segundo garotinho, o homem portava um cassetete nas mãos e invadiu sua cela. O advogado falou que com um taco de beisebol, o seu cliente levou um porrete no joelho e um pisão no pé.

De acordo com as informações, a cela estava fechada, mas o homem teria aberto sem nenhum problema. Ao bater nele, o homem, ainda não identificado, teria dito que ele fala demais e bateu com força no preso. Garotinho ficou com alguns hematomas. O joelho está todo inchado e dois dedos do pé estão roxos.

O homem que teria invadido a cela vestia calça jeans, camisa azul e sapatos. A polícia está investigando o caso. Já foram solicitadas as imagens do presídio para identificar o suposto agressor. Agentes penitenciários também estão dando depoimento nesta tarde.

Socorrido por outro preso

O ex-governador teria passado apuros nessa madrugada.

Após sofrer o suposto ataque, ele foi socorrido por um outro preso que também é réu na Lava Jato, o ex-secretário de Saúde e médico, Sérgio Cortês. Garotinho passará por exame de corpo de delito para ver o tamanho das supostas agressões.

A Seap (Secretaria de Estado de Administração Penitenciária) disse que só vai se pronunciar após o laudo do IML.

Nesta quinta (23), o Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ) negou um pedido da defesa do político para que ele receba a liberdade. A decisão foi monocrática e ficou a cargo da desembargadora Cristina Feijó. O caso ainda será analisado pelo pleno do Tribunal.

Corrupção

Garotinho e sua esposa, Rosinha Garotinho [VIDEO], são acusados de participar de um esquema de cobrança de propina, organização criminosa e falsidade em prestações de conta. A mulher do governador está presa na Cadeia Pública José Frederico Marques.

Com medo de seus rivais políticos, o ex-governador tem evitado até banhos de sol.