Logo após uma palestra que aconteceu durante um evento na Casa do Comércio em Salvador, nesta segunda-feira (20), o Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, passou por uma breve entrevista com os jornalistas que estavam no local aguardando a sua saída.

Um dos jornalistas perguntou para o ministro se ele tinha a intenção de disputar a presidência do Brasil [VIDEO] nas próximas Eleições no ano que vem. Meirelles logo respondeu que não tem certeza se irá lançar sua candidatura à presidência até agora.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Eleições

O ministro disse também que está trabalhando duro e tentando manter-se mais concentrado em seu trabalho no Ministério da Fazenda, pois as coisas não tem sido fáceis, parece que quanto mais trabalhar mais trabalhos aparecem e que os resultados acabam sendo poucos diante de tantos objetivos para serem alcançados.

Segundo Meirelles, o governo precisa alcançar algumas metas, como por exemplo, trazer de volta a normalidade da economia no Brasil e como consequência o dinheiro voltar a circular nos comércios e na mão dos trabalhadores para que o povo volte a fazer suas compras.

Segundo o ministro Meirelles, a volta do crescimento econômico no país será fundamental para o crescimento do país e fazer com que as mercadorias caiam para um preço mais em conta, satisfazendo o gosto dos consumidores e comerciantes. Sobre a candidatura, o ministro disse que decidirá até o mês de abril se vai ou não participar das eleições ano que vem.

Meirelles respondeu que não tinha definido ainda em qual partido seria, pois ainda não tinha decidido se realmente vai participar. Segundo ele, esses detalhes precisam ser estudados com cautela, pois até a escolha do partido acaba influenciando, que pode ser negativamente ou positivamente, mas o que realmente importa para ele no momento é continuar concentrado em seu trabalho no Ministério da Fazenda cuidando da economia brasileira.

Meirelles fala sobre o empréstimo do governo junto ao Banco do Brasil

Ele também falou sobre o empréstimo do Governo Federal junto ao Banco do Brasil (BB). Meirelles afirmou que para que o empréstimo seja liberado é necessário passar por uma comprovação técnica.

O ministro explicou durante uma entrevista para as pessoas que estavam no local que o processo já havia passado pelo Ministério da Fazenda e evitou comentários sobre uma suposta interferência política no projeto. A acusação foi feita pela gestão estadual.

Meirelles explicou que o único problema enfrentado pelo Banco do Brasil no momento é a comprovação técnica, mas já está sendo tratada com toda seriedade e que isto seria só questão de tempo para ser resolvido.