Um dos mais polêmicos ministros que já integrou a mais alta Corte de Justiça do país, o Supremo Tribunal Federal (STF), fez uma revelação contundente em relação ao cenário politico para a próxima disputa eleitoral, para o cargo de presidente da República, a ser alvo de intensa corrida já no próximo ano em 2018. Trata-se de Joaquim Barbosa, considerado um dos mais atuantes e emblemáticos ministros da Suprema Corte brasileira.

Joaquim Barbosa se destacou, durante votação do Plenário da Corte que fazia o julgamento da ação penal 470, popularmente conhecida, naquela ocasião, como o escândalo do "mensalão", durante o mandato presidencial do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Governo

Vale ressaltar que o escândalo do "mensalão" se referia à compra de votos dos parlamentares daquela legislatura respectiva, com o propósito de que fossem aprovadas medidas de interesse do Governo.

Planos para o ano que vem

O magistrado e ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, afirmou que há um plano em andamento com vistas às próximas Eleições presidenciais no ano que vem. Trata-se da disputa ao cargo máximo da nação, a Presidência da República. Um dos exemplos mais claros da opinião de Barbosa, em relação à aceitação de poder concorrer à presidência, ocorreu quando o magistrado sinalizou ao presidente nacional do PSB (Partido Socialista Brasileiro), Carlos Siqueira, de que não toparia concorrer a nenhum outro cargo no país, que não fosse o cargo de presidente do Brasil.

As conversas entre Carlos Siqueira e Joaquim Barbosa já ocorrera, por cerca de três vezes. Joaquim Barbosa pretende tão somente se filiar ao partido de Siqueira, contanto que seja unicamente para a corrida presidencial, sem aceitar, nem mesmo, a disputa eleitoral como vice-presidente da República.

Entretanto, a resposta final sobre esse assunto tão "espinhoso" e, por ora, repleto de dúvidas, deverá ter um desfecho somente em meados de janeiro próximo.

Vale ressaltar que recentemente, durante uma palestra realizada em São Paulo, pelo ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, foi intensamente tietado no evento realizado na capital paulista. Barbosa, durante aquele episódio, cumprimentou amigos e também diversos simpatizantes, além de ter tirado selfies com várias pessoas. Um dos principais entusiastas presentes no evento afirmou que Joaquim Barobsa estaria sendo mais prestigiado do que o ex-presidente norte-americano.