O atual presidente do Brasil, Michel Temer, precisou retornar novamente ao hospital para passar por um procedimento cirúrgico. Ao que tudo indica, Temer parece não estar tão bem de saúde. Apesar da assessoria não confirmar a gravidade da situação, o verdadeiro estado de saúde do presidente parece ser bem mais sério do que se possa imaginar.

O presidente foi internado nesta sexta-feira (24) e vai ser submetido a um procedimento [VIDEO]em um dos órgãos mais importantes do corpo humano, o coração. O tratamento será realizado em um dos hospitais mais renomados do país, o Sírio-Libanês. O lugar é conhecido por atender celebridades brasileiras e pessoas com melhor poder aquisitivo.

O hospital fica situado na cidade de São Paulo.

O principal objetivo da internação é fazer um cateterismo [VIDEO], procedimento realizado para desobstruir as artérias do coração. Segundo informações do portal de notícias G1, Michel Temer será submetido ao procedimento as 21h e a intervenção deve durar aproximadamente cerca de 15 minutos. O tratamento dispensa uma anestesia geral e o presidente apenas tomou uma sedação mais leve.

O hospital divulgou uma nota informando os procedimentos aos quais Temer seria submetido nesta sexta-feira (24). Além do cateterismo, o presidente vai passar novamente por uma avaliação urológica. Ele precisou passar por uma intervenção cirúrgica na próstata no mês de outubro. Temer foi internado às pressas na época após passar mal. A equipe médica que está fazendo o acompanhamento do tratamento do presidente é coordenada pelos médicos Miguel Srougi e Roberto Kalil.

Foi essa mesma equipe que acompanhou o presidente Michel Temer quando ele foi internado no mês de outubro e precisou passar pela cirurgia. Apesar de ter sido submetido a uma intervenção cirúrgica na época, os médicos não fizeram nenhum alarme em torno da doença. No entanto, vale ressaltar que o vidente Carlinhos afirmou de maneira contundente que Temer ainda vai renunciar ao mandato esse ano. Porém, o presidente já disse em algumas entrevistas que essa hipótese está totalmente fora de cogitação.

Como é feito o cateterismo?

O objetivo desse procedimento é fazer a identificação do local onde está localizada uma placa de gordura na artéria coronária. O coração é composto por duas dessas artérias. Elas levam oxigênio e outros nutrientes para o músculo do coração. O caso de Temer é considerado pelos médicos como moderado, pois ele tem atualmente um bloqueio de quase 70% da artéria.

De acordo com o resultado do procedimento, a equipe médica vai optar qual será o melhor tratamento no caso de Temer. Uma das opções é colocar um stent, que nada mais é que um tubo que tem a função de expandir a parede da artéria, permitindo dessa forma que o sangue possa fluir normalmente. Caso não haja nenhuma intercorrência, Michel Temer provavelmente vai receber alta médica neste sábado (25).