Temer não é nem um pouco unanimidade entre os brasileiros, mas sua fama negativa vai muito além do que se imaginava, de acordo com uma pesquisa realizada por um grupo político na Europa e Ásia. Segundo dados que foram coletados ao redor do mundo desde agosto, os resultados divulgados não são nada animadores para o atual presidente do Brasil. O peemedebista é o último colocado na lista dos piores e mais impopulares presidentes de todo o mundo. Conseguindo inclusive ficar atrás de Nicolás Maduro, da Venezuela e Donald Trump, dos Estados Unidos.

Michel Temer é o presidente em atividade com a mais alta taxa de impopularidade do planeta

Uma pesquisa levantada por grupos políticas da Eurasia divulgaram os resultados de dados coletados desde agosto e mostram que o atual presidente brasileiro aparece na última posição entre os mais populares presidentes do mundo, a lista ainda traz nomes como Nicolás Maduro e Donald Trump.

Enquanto o polêmico Donald Trumpo, atual líder da Casa Branca tem 63% de impopularidade e Nicolás Maduro, representante mais alto do governo venezuelano tem 77%, nosso presidente tem absurdos 97% de impopularidade entre todos os brasileiros.

Sem poder contar com praticamente nenhum apoio popular, o líder do PMDB só consegue ajuda dos parlamentares

Na última quinta-feira (26), Michel Temer [VIDEO] se livrou da segunda denúncia contra ele em apenas três meses. A Câmara dos Deputados acabou negando o prosseguimento da denúncia de obstrução de justiça em que o presidente teve total ligação e participação em organização criminosa, por 251 votos a favor e 233 contrários. Embora o povo brasileiro quisesse que as denúncias continuassem os parlamentares acabaram por ser os únicos 'amigos' do maior líder do legislativo brasileiro.

O presidente voltou ao Palácio do Planalto depois de pedido de licença para resolver questões de saúde

Após passar por uma delicada cirurgia na próstata [VIDEO] e ficar algum tempo fora, nesta quarta-feira (1) Temer voltou a exercer suas atividades diárias no Palácio do Planalto. De acordo com a última atualização da agenda de Michel, teve um dia cheio com nove audiências para serem atendidas. Entre os ministros que foram recebidos no Jaburu, constam Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo), Sergio Etchegoyen (Gabinete de Segurança), Moreira Franco (Secretaria-Geral), Osmar Terra (Desenvolvimento Social), Eliseu Padilha (Casa Civil) e Dyogo Oliveira (Planejamento), outro que foi recebido no Jaburu foi o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria.