Aécio Neves está licenciado da presidência do partido PSDB, [VIDEO] ele participou da convenção nacional de seu partido neste sábado (9), na capital do país (Brasília). Quando ele chegou ao local do evento, foi recebido com muitas vaias dentro do auditório.

Logo na chegada do centro de convenções, ele teve uma equipe que o apoiava gritando seu nome e o aplaudindo. O grupo chegou a gritar que ele era o melhor líder que o PSDB já teve. Ressaltaram sua coragem e compromisso com a nação.

Porém quando ele chegou ao interior do auditório, foi recebido com muitos gritos e vaias que ordenavam "fora!". Organizadores do evento tentaram minimizar a situação, ele nem chegou a ser convidado para sentar à mesa, logo em seguida não conseguiu continuar no evento.

Saiu da convenção depois de 40 minutos que tinha chegado.

Alguns aliados afirmaram que as vaias não eram para Aécio, acreditavam que seriam para o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg.

Depois que veio à tona a gravação que constava Aécio pedindo R$ 2 milhões a Joesley Batista [VIDEO], Aécio Neves perdeu a influência e força que tinha dentro do partido. Foi forçado por causa da situação sair de licença da presidência do PSDB.

O Supremo Tribunal Federal chegou a suspender o seu mandato de senador, porém o Senado mudou a decisão do STF. Esta semana ele recebeu a notificação de que seus sigilos bancário e telefônico serão quebrados por ordem do Supremo.

Há quem defenda o senador, dentre eles André Pagy, ele afirmou que Aécio tem um legado que não pode ser apagado. Disse que ele é muito importante para o PSDB, é que tem todo o apoio das delegações do partido.

Os seguidores de Aécio (militantes de Minas Gerais) protestaram pelo fato de não anunciarem o nome do senador na convenção.

Prestação de contas

Ao chegar à convenção, Aécio Neves fez um rápido relatório do que conquistou liderando o PSDB, "Na minha gestão vivemos um período de crescimento e fortalecimento do partido". Disse que há uma necessidade de ter uma unidade dentro da legenda para que sejam capazes de vencer os inimigos políticos.

Ele não negou a possibilidade de uma aliança com o PMDB para a corrida eleitoral de 2018 [VIDEO]. Para ele é importante conquistar a reforma da Previdência, acredita que seja importante o PSDB participar desta votação. Ressaltou a capacidade do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin em conduzir o partido conduzindo-o ao crescimento e transformações.

A direção do evento ficou apreensiva se Aécio iria querer ou não discursar na convenção, porém ele evitou o constrangimento.