A força-tarefa das investigações da Operação Lava Jato está no rastro de Luiz Carlos Rocha Gaspar, que seria a peça-chave para uma chegada deslumbrante das investigações nas contas secretas do ex-ministro José Dirceu e do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva [VIDEO], na Espanha. Gaspar é um amigo próximo de Dirceu.

Na Espanha, especificamente na cidade de Valência, Gaspar teria se associado a Palmiro José Soriano Fresquet, um grande atuante na área de energia renovável.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Lula

Uma foto entre Fresquet e Lula foi compartilhada por Gaspar, e é notável ver a animação do ex-presidente ao lado do empresário.

Segundo revelações feitas pelo portal ''O Antagonista'', o endereço do amigo de Dirceu abrigava cubanos e empresas encrencadas com as investigações da Lava Jato.

Na época em que José Dirceu foi mandado para a prisão, a Polícia Federal cumpriu mandados nas empresas Manzoli Consultoria e Manzoli & Oliveira, diretamente ligadas a Gaspar. No entanto, a investigação caminhou em um rumo totalmente misterioso, porque não havia sido revelado o que a Polícia Federal descobriu com as apreensões feitas nas empresas. O que foi disponibilizado foi o envolvimento de R$ 5 milhões de repasses para a JD Consultoria.

Um outro fato que chamou atenção foi a Polícia Federal ter abandonado as investigações relacionadas a Gaspar. Ao que tudo indicava, a linha de raciocínio era muito promissora, e abria caminho para a PF descobrir meios ilícitos envolvendo pessoas físicas e jurídicas e cidadãos cubanos, tudo a partir de endereços ligados a Gaspar.

No endereço da empresa Manzoli Consultoria foi fácil identificar cubanos associados, como a engenheira Maria Isabel Salas Burriuzo, sua filha Patricia Rodrigues Salas e mais uma cubana que é filha de Gaspar, chamada Laura Gaspar Martinez.

O caminho para chegar até as contas de Lula e Dirceu já está traçado. A Polícia Federal deverá seguir esta linha e descobrir coisas além. O ex-presidente Lula sempre mostrou grande ''amor'' por Cuba. Na época do Governo do petista foi construído a custo do Brasil um porto em Cuba, batizado de Porto de Mariel. O governo brasileiro [VIDEO] concedeu cerca de 682 milhões através do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES) para o governo cubano usar grande parte do dinheiro na construção do porto, no entanto os cubanos utilizaram da rica construção um meio de vender armas para a Coreia do Norte. O caso foi muito noticiado pela mídia e trouxe indignação para a população brasileira ao ficar ciente dos valores envolvidos.