Não é piada, mas apenas mais um dos absurdos feitos pelo Estado: os pagadores de impostos brasileiros foram pegos de surpresa com a notícia de que o Governo do Distrito Federal cobrou R$ 341,30 a mais no IPTU (imposto Predial e Territorial Urbano) em uma casinha de papelão e um toldo que protege bicicletas do sol, feitos por Antônio da Conceição Marques no quintal da residência onde ele mora com a sua família. De acordo com a assessoria de comunicação do governo estadual, “tudo o que faz sombra dever ser considerado no IPTU”. [VIDEO]

O governo considerou que a casinha de brinquedo e o toldo para proteger bicicletas são “áreas construídas”, ou seja, dessa forma, para o Estado, o cidadão deve pagar, caso contrário, vai ter que perder os dois recintos para o governo.

Antônio da Conceição Marques disse que fez os dois projetos no ano passado, 2016, depois de ver um modelo semelhante na internet. O pai de João Felipe, de 5 anos, disse que seria interessante fazer uma igual para o seu filho brincar com os amigos no quintal de casa, e colocou o projeto para adiante [VIDEO].

Antônio trabalhou duro para reciclar caixinhas de leite e bandeijas de ovos

A esposa do mecânico, Wanda, contou que o seu marido trabalhou durante seis meses juntando caixinhas de leite, bandejas de ovos e outros materiais simples, que podiam servir de lixo no ambiente, mas que foram reciclados por Antônio, ajudando assim na limpeza da cidade. “Foram seis meses juntando as caixinhas”, disse a mulher. Ela ainda conta que a casinha fez, por algum tempo, a alegria de João Felipe, que chamava os seus amigos de igual idade para brincar e se divertir na ideia do pai. [VIDEO]

O homem também fez um toldo que guarda bicicletas e as protegem do sol e da chuva.

Quando os fiscais chegaram na casa de Wanda, logo fizeram a explicação e os motivos para a cobrança de imposto na casinha, mas eles também perceberam o toldo e logo indagaram algumas questões para a mãe de João Felipe. Contudo, disseram que o toldo também iria servir para cobrança de IPTU. Wanda conta que nem tentou questionar os fiscais, pois, de acordo com ela: “Se não aliviaram a casinha, nem vou me atrever a reclamar do toldo”, disse.

Governo do estado já arrecada R$ 140 milhões a mais

O Governo do Distrito Federal já fez um mapeamento em toda a área do estado e tirou fotos para fazer a identificação de imóveis que são passíveis de pagar mais IPTU. Quando essa análise terminou, a Secretaria de Fazenda revelou novos boletos com as ‘novas áreas’ que foram identificadas. Nesses boletos, percebeu-se que o aumento na cobrança do imposto aumentou cerca de R$ 140 milhões, que serão destinados aos cofres do governo estadual. O aumento na arrecadação do IPTU girou em torno de 109%.