O deputado federal e pré-candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSC-RJ), aparece na segunda posição na preferência do eleitorado paulista para as eleições presidenciais do ano que vem, segundo levantamento do Instituto Paraná Pesquisas. [VIDEO]

Jair Bolsonaro só perde para o governador do estado, Geraldo Alckmin (PSDB), cujo partido está à frente do governo em São Paulo desde 1995, com o falecido Mário Covas. A pesquisa ouviu 2.016 pessoas com 16 anos ou mais, entre os dias 5 e 9 de dezembro, em 76 municípios do estado.

Cenário favorável

Jair Bolsonaro aparece com 19,9% dos votos e essa porcentagem é surpreendente por alguns motivos.

O principal deles é que, apesar de ter nascido em Campinas, cidade localizada a pouco mais de 100 quilômetros da capital, e ter um filho, Eduardo, deputado federal pelo estado, Bolsonaro não tem nenhuma ligação política com São Paulo. O parlamentar é deputado federal pelo estado do Rio de Janeiro.

Lula (PT), que construiu parte de sua história política na região do ABC, em São Paulo, como líder dos metalúrgicos, aparece com 19,4% da intenção de votos. Geraldo Alckmin lidera com 23,7%.

Marina Silva (Rede) é a quarta colocada, com 9,6% dos votos. Ciro Gomes (PDT) é o quinto nas pesquisas, com 4,6% da intenção de votos. O senador Álvaro Dias (Pode) foi citado por 3% das pessoas que responderam à pesquisa.

Henrique Meirelles, com 1%, João Amôedo (Novo), com 0,4%, e Manuela D’Ávilla (PC do B), com 0,4%, também foram citados no levantamento.

O número de eleitores que não votariam em nenhum candidato foi alto: 14,1%. Enquanto 3,9% não sabem em quem vão votar.

O que os números mostram

Em primeiro lugar, os números deste levantamento mostram que a candidatura de Jair Bolsonaro está cada vez mais sólida e o parlamentar vai aparecendo bem nas pesquisas.

Em segundo lugar, o levantamento mostra que Geraldo Alckmin deve mesmo ser o candidato do PSDB para as Eleições do ano que vem. Prefeito de São Paulo, João Doria perdeu bastante terreno nas últimas semanas e sua candidatura à Presidência foi praticamente descartada.

Por fim, a pesquisa mostra que a situação do Partido dos Trabalhadores (PT) no estado é bastante complicada. Se Lula, principal nome da legenda, fica em terceiro lugar em uma pesquisa para presidente, o candidato do PT ao governo do estado, que deve ser Luiz Marinho, ex-prefeito de São Bernardo, tem poucas de chances de sequer ir ao segundo turno contra, possivelmente, João Doria.