De acordo com nova pesquisa do Instituto Datafolha, que foi divulgada neste sábado (02/12), o possível candidato à presidência Luís Inácio Lula da Silva está forte na liderança das intenções de voto.

Lula (PT) está em primeiro lugar na disputa presidencial e consolidando-se em segundo lugar na pesquisa, está o atual deputado federal Jair Messias Bolsonaro (PSC-RJ).

Embora o PSDB esteja tentando popularizar a candidatura do atual governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, parece que o tucano ainda não agrada o brasileiro, pois Lula cresceu nas intenções de voto e Bolsonaro está ocupando isoladamente o segundo lugar. Alckmin é no momento o maior candidato do PSDB à presidência, depois que o global Luciano Huck declarou que não será candidato à vaga.

Alckmin seria uma opção contra as extremas direita e esquerda mas surgiu na pesquisa com apenas 6% das pretensões de voto, ameaçado pelo pedetista Ciro Gomes, com quem está empatado tecnicamente, que mostra ser um forte candidato à Presidência da República.

Enquanto isso, a impopularidade de Michel Temer (PMDB) com os brasileiros continua se evidenciando: apenas 1% dos entrevistados pelo Datafolha votariam no peemedebista.

A pesquisa

A pesquisa do Datafolha foi feita nos dias 29 e 30 de novembro e contou com a participação de 2.765 eleitores, distribuídos em diversas cidades, de diferentes regiões do país. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

PT na liderança

Na entrevista com eleitores, foram apresentados diversos possíveis candidatos em diferentes situações de disputa e em todos os cenários com Lula, o petista permanece em primeiro lugar e venceria o segundo turno com grande diferença na porcentagem de votos.

Veja o resultado da pesquisa se Lula disputasse com Marina Silva, Joaquim Barbosa, Michel Temer e Henrique Meirelles

Lula (PT) - 34%

Bolsonaro ( PSC) - 17%

Marina Silva (REDE) - 9%

Alckmin (PSDB) - 6%

Ciro Gomes (PDT) - 6%

Joaquim Barbosa (sem partido) - 5%

Álvaro Dias (Podemos) - 3%

Manuela D'Avila (PCdoB) - 1%

Michel Temer (PMDB) - 1%

Henrique Meirelles (PSD) - 1%

Paulo Rabello de Castro (PSC) - 1%

Os votos em branco, nulo ou que não votariam em nenhum, somam 12% e os eleitores que ainda não decidiram em quem votar são 2%.

Em simulação de eleição sem Lula como candidato [VIDEO], Jair Bolsonaro aparece em primeiro lugar, porém não ganharia [VIDEO] no segundo turno.