Nesta terça-feira (26), o deputado federal e pré-candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSC) postou um vídeo em sua página oficial no Facebook em que mostra uma resposta que ele deu a uma provocação feita pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). [VIDEO]

Lula afirmou, em entrevista concedida a TVE Bahia, em agosto, que Bolsonaro era fruto do “analfabetismo político no Brasil” [VIDEO] e ainda chamou o parlamentar de “figura grotesca” e “agressiva”.

Bolsonaro afirmou que o político brasileiro está colhendo o que plantou e que por aqui não existe verde e amarelo, mas sim verde (dinheiro) e vernelho (ideologia de esquerda.

O parlamentar falou ainda que esse comportamento começou depois que João Figueiredo, último presidente militar, que governou entre 1979 e 1985, deixou o governo.

O parlamentar afirmou também que se tirar as obras feitas pelos militares, não sobra nada no Brasil. As imagens do apartamento do ministro Geddel Vieira Lima, com malas cheias de dinheiro, segundo Bolsonaro, não é uma exceção, mas uma regra. Para Bolsonaro, as indicações políticas, expediente comum em todos os governos no Brasil, causam a corrupção e também a ineficiência do estado.

Briga nas urnas

Se Bolsonaro e Lula trocam farpas, ano que vem a briga entre os dois pode ser nas urnas. Para isso acontecer, o petista tem que estar elegível para concorrer ao cargo de presidente pela sexta vez na história – foi eleito em 2002 e 2006.

No dia 24 de janeiro, Lula será julgado pelo TRF4 pelos crimes envolvidos no caso Triplex do Guarujá. O ex-presidente foi condenado pelo juiz Sergio Moro em primeira instância a nove anos e seis meses e agora será julgado na segunda instância. Caso a condenação seja ratificada, são grandes as chances de o petista não poder concorrer nas Eleições de 2018.

As pesquisas de intenção de votos feitas até aqui mostram Lula e Bolsonaro na primeira e segunda posições, respectivamente. A liderança do petista, porém, é confrontada por seguidores de Bolsonaro.

Nas redes sociais, o candidato conservador ganha de lavada do esquerdista. Bolsonaro está chegando a cinco milhões de seguidores no Facebook, enquanto Lula tem 3,08 milhões. A disputa entre os dois deve ser intensa até as eleições e as chances de segundo turno entre eles, caso o ex-presidente não fique fora do jogo, é real.

Assista ao vídeo que o parlamentar postou em sua página no Facebook, nesta terça-feira.