Michel Temer afirmou na noite do último domingo (10) que a reforma da Previdência [VIDEO] "vai muito bem". O peemedebista afirmou ter conversado com alguns líderes de partidos da base aliada e todos se disseram confiantes que as bancadas irão fechar questão quanto a aprovação do projeto. Temer ainda afirmou que mesmo que perca na primeira votação na Câmara dos Deputados [VIDEO], o tema não será esquecido pelo Planalto.

A contagem de votos ainda é completamente incerta.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Michel Temer

O governo tem consciência de que no momento ainda não tem os votos todos necessários para aprovar a reforma da Previdência sem muitos problemas. Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados, já afirmou diversas vezes que não colocará o projeto em votação sem a certeza de aprovação.

O governo de Michel Temer trabalha com o único foco no momento de aprovar a reforma da Previdência. Com a maior rejeição da história do País, o peemedebista sabe que não tem a menor chance de conseguir recuperar a aprovação que tem hoje. Nos sonhos do Planalto, a proposta seria votada ainda esse ano, porém, também se estuda deixá-la para o próximo ano.

Segundo Temer afirmou durante entrevista nesse domingo, "se não for neste ano, será no ano que vem".