João Doria (PSDB [VIDEO]-SP), prefeito de São Paulo, apareceu como um fenômeno de mídia nas redes sociais no início de seu mandato. Sua página no Facebook [VIDEO] e os vídeos gravados pelo político fantasiado de gari, pedreiro e outras profissões em que Doria fazia suas ações de marketing trouxeram um rebuliço para os eleitores nos três primeiros meses. Porém, após toda espetacularização, Doria se tornou só mais um.

Segundo um estudo realizado pela Socialbakers, publicado pela Exame, de dezembro de 2016 a novembro de 2017, João Doria cresceu o número de curtidas de seu Facebook de 405 mil para 2,8 milhões. Esse crescimento equivale a cerca de 588%.

Olhando os números frios, pode parecer que o prefeito de São Paulo foi um grande sucesso nas redes sociais. Mas não é bem assim.

A explosão do tucano durou três meses. Em janeiro, fevereiro e março, nos três primeiros meses de sua gestão, as interações (curtidas, comentários e compartilhamentos) no Facebook de Doria chegaram a 8 milhões em cada mês. Após esse "booom" inicial de marketing, nos meses seguintes, de abril a novembro, as interações não chegavam nem a um milhão. O que equivale a uma queda de 90% dos números.

Pelo visto, o marketing feito com as fantasias do prefeito não foram capaz de engajar os eleitores tanto tempo.