As siglas de impostos: IPTU, ICMS, IPVA, ISS, ITBI, IOF, ITR, IPI, IR, IE, II, AIRE, IVVC, IGF, e os quase 50% de impostos em quase todos os produtos. As siglas de taxas, como CADE, CNP, ANS, AFRMM, TAH, TFAM, TSA, taxas de lixo, incêndio, limpeza pública, fiscalizações. Além de outras dezenas de cobranças feitas pelos governos federais, estaduais e municipais no Brasil, para o deputado Heráclito Fortes (PSB-PI), o mesmo que é chamado de “boca mole” nas planilhas da Odebrecht, é pouco. Isso porque Heráclito, criou a PEC 97/2015 que propõe a cobrança de imposto sobre o vento, isso mesmo. [VIDEO]

A proposta de cobrança de imposto sobre o vento avançou nessa semana na Câmara dos Deputados e, na última quarta-feira (6), um parecer foi aprovado na CCJC (Comissão de Constituição de Justiça e Cidadania), em seguida o presidente da câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), fez a determinação sobre ser criada uma comissão especial que tenha o objetivo de analisar a proposta, antes da mesma ser enviada para o plenário da Câmara para votação. [VIDEO]

O vento deve ser estatizado, diz deputado

De acordo com a PEC 97/2015, o vento precisa ser estatizado, e os cidadãos devem pagar impostos sobre o seu uso.

Na justificativa, Heráclito diz que os ventos “são recursos que pertencem a todo o povo brasileiro”. Contudo, de acordo com o político, em qualquer atividade que o mesmo esteja gerando compensação financeira para a União deve ser cobrado um tributo, como é o exemplo da produção de energia eólica a partir do vento. [VIDEO]

A PEC foi criada em 2015 e ficou parada durante dois anos e meio na Câmara. Entretanto, outro deputado do mesmo partido de Heráclito, Tadeu Alencar (PSB-PE), acabou dando força para o projeto, e recolocou a PEC à tona em outubro. Tadeu diz que o vento precisa ser tributado porque ele pode gerar “atividade econômica que afeta diretamente direitos do povo brasileiro”, que, de acordo com o político, é um recurso natural que pertence ao conjunto da sociedade. Pertencentes a um partido socialista, Heráclito e Tadeu acreditam que o projeto passe na Câmara e no Senado, e assim chegue à sanção do presidente Michel Temer (PMDB).

Os melhores vídeos do dia

"Vamos estocar vento", disse DIlma

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT), 'impeachmada', também já tinha soltado uma pérola sobre os ventos. Em uma palestra, a petista chegou a dizer que “Estocar vento” pode ser uma atividade que traga benefícios para os cidadãos brasileiros, parece que ela foi ouvida pelos deputados do PSB.

Vale lembrar que o deputado federal Heráclito Fortes goza de mais de R$ 33 mil de salário – o The Economist põe os deputados brasileiros como um dos políticos mais bem pagos do mundo. Além do salário, que é maior que o do próprio presidente da República (R$ 30 mil), Heráclito e os demais deputados federais gozam de inúmeras regalias, como auxílio-moradia, cota para o exercício de atividade parlamentar, verba destinada à contratação de pessoal, despesas com saúde e outros.