Ronaldinho Gaúcho, grande nome no futebol brasileiro e internacional, se filiou ao Partido Ecológico Nacional (PEN), que futuramente mudará seu nome para ''Patriota'', e o jogador possui planos de vir como candidato a Senador pelo estado de Minas Gerais (MG), estado de origem do time que Ronaldinho jogou por dois anos, de 2012 a 2014 e conquistou o título da Libertadores, o Atlético Mineiro, sendo muito querido pelos mineiros.

Ronaldinho está se filiando ao atual partido do deputado federal Jair Bolsonaro, que irá se candidatar a presidente da república no ano que se iniciará em breve.

Tudo indica que o jogador irá apoiar o conservador na disputa presidencial de 2018.

A reunião ocorreu nesta tarde e participaram dela o vice-presidente do futuro partido Patriota, Gutemberg Fonseca, e alguns outros membros do partido.

Ronaldinho não irá se filiar este ano ainda, pois a janela para filiação ao partido só abrirá em março do ano que vem, portanto o jogador ainda não é um filiado oficialmente falando, pois ele irá esperar a ocasião em março para então tornar oficial.

Além de Ronaldinho Gaúcho, teremos um outro novo nome na política sendo trazido do futebol.

O ex-atacante Somália virá como suplente na chapa de Ronaldinho pelo Patriota.

Ronaldinho disse que pretende, no ano de 2018, oficialmente pendurar as chuteiras, apesar de atualmente não estar atuando em nenhum time de futebol.

Carreira futebolística de Ronaldinho Gaúcho

Ronaldinho Gaúcho teve uma carreira brilhante no futebol, sendo um dos melhores jogadores do Brasil de todos os tempos, quiçá do mundo. Ele começou sua carreira em um dos dois maiores clubes de sua cidade natal, Porto Alegre, o Grêmio.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Jair Bolsonaro

E seu talento logo chamou atenção dos clubes europeus, iniciando sua carreira internacional no time francês Paris Saint-Germain, onde permaneceu por 3 anos, sendo recrutado após por um dos maiores clubes do mundo, o time espanhol Barcelona, onde jogou ao lado de Lionel Messi, tendo conquistado 8 títulos nesse período pelo clube. Após isso, ficou 2 anos jogando pelo Milan.

E então retornou ao Brasil, passando pelo Flamengo, Atlético Mineiro, e um time mexicano chamado Querétaro. O último time em que atuou foi o time carioca do Fluminense.

Outros ex-jogadores envolvidos na política

Não é novidade ex-jogadores aproveitarem da popularidade no futebol para então seguir carreira política, o maior exemplo disso é o ex-jogador Romário, que se destacado em seu cargo de deputado federal pelo estado do Rio de Janeiro, atualmente pelo ''Podemos'' (PODE), já tendo sido filiado anteriormente ao PSB. Além de Romário, o ex-jogador Bebeto também é deputado federal pelo Rio de Janeiro, pelo partido do PDT.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo