Adilson Barroso, presidente do PEN (novo Patriota) informou, nesta quinta-feira (14), que o ex-jogador de futebol Ronaldinho Gaúcho acertou sua filiação ao partido para concorrer a uma vaga no Senado nas próximas Eleições 2018.

O ex-craque da Seleção Brasileira disputará uma vaga pelo estado de Minas Gerais.

Publicidade
Publicidade

O que atraiu o partido foi a história de ronaldinho, que deverá estar ao lado do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) na corrida presidencial.

A filiação está em um acordo verbal, mas, segundo os representantes de Ronaldinho, haverá o acerto. Barroso disse que o craque é uma pessoa de caráter e tem demonstrado muita vontade de somar. Segundo ele, Ronaldinho nunca se meteu em confusão, têm juízo e ética.

Segundo Assis, irmão e empresário de Ronaldinho, há uma grande possibilidade de ele participar da corrida eleitoral no próximo ano.

Ronaldinho deverá ser candidato a senador por Minas Gerais
Ronaldinho deverá ser candidato a senador por Minas Gerais

Ele só não garantiu qual cargo ele disputará. Informou também que a procura foi do diretório do PEN, afirmando que o partido deixou as portas abertas para ele.

O presidente do partido informou que o registro dele se dará somente no mês de abril, quando os candidatos lançarão suas candidaturas após registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). O PEN tem investido em diversas personalidades acreditando que nomes famosos irão fortalecer o partido e viabilizar um crescimento no cenário nacional.

Publicidade

Seguindo os passos de Romário

O ex-jogador Romário atualmente é senador representando o estado do Rio de Janeiro. Se Ronaldinho confirmar o registro de sua candidatura, seguirá os passos de Romário ao representar Minas Gerais.

Segundo fontes seguras, Jair Bolsonaro, pré-candidato à Presidência da República, fará o anúncio de sua filiação ao Patriota (PEN) em março do próximo ano. Com o anúncio de sua pré-candidatura, Ronaldinho dá adeus de vez aos gramados, mas sua despedida do campo será anunciada no próximo ano.

Ele já há alguns anos não faz parte de nenhum clube de futebol. No Brasil, o último clube que ele jogou foi no Fluminense, tendo uma passagem bem apagada, não demonstrando o futebol que o consagrou, em especial o apresentado no Barcelona.

Após sua saída do clube tricolor carioca, Ronaldinho vem participando de eventos festivos de futebol em diversos lugares do mundo. A grande pergunta é: caso ele venha se eleger nas próximas eleições, será que terá o mesmo desempenho que teve no futebol?

Publicidade

Tomara que seja craque na Política tanto como foi em campo. O cenário atual da política brasileira clama por mudança.

Leia tudo