Deputado federal e pré-candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro já tem um destino selado na política. O parlamentar vai migrar para o Partido Social Liberal (PSL). A ida de Bolsonaro para a legenda provocará a saída do movimento Livres, que se intitula como a renovação do PSL [VIDEO].

Nota

Circula nas redes sociais uma nota assinada por Luciano Bívar, presidente do PSL, e Jair Bolsonaro [VIDEO]. A nota começa dizendo que os dois comunicam aos órgãos de imprensa que estão juntos em defesa do projeto que irá mudar o Brasil.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Jair Bolsonaro

O texto diz ainda que o PSL recebe Bolsonaro com muito orgulho e honra, e afirma que no partido existe comunhão total de pensamentos. As prioridades de Bolsonaro e Bívar, de acordo com a nota, são pensamento econômico liberal, soberano, direito à propriedade privada e valorização das Forças Armadas e de segurança.

Bolsonaro e Bívar também concordam, de acordo com a nota, que é necessário proteger o Estado de Direito, preservar as instituições e defender os valores e princípios éticos que norteiam a família brasileira. A nota termina com uma frase conhecida utilizada por Jair Bolsonaro. “Brasil acima de tudo. Deus acima de todos!”

Pesquisas

Bolsonaro é o segundo colocado na maioria das pesquisas de intenção de votos realizadas por diversos institutos para as eleições de 2018. Os seguidores do parlamentar acreditam que ele é o primeiro isolado, diferente do que mostram as pesquisas.

De qualquer forma, Bolsonaro é uma potência para a próxima eleição e tem grandes chances de ir ao segundo turno. As chances ficam ainda maiores porque Lula (PT) pode ser ficar inelegível e não concorrer.

Livres

Eleitores de Bolsonaro estão brincando nas redes sociais.

“O choro é Livres”. Livres é um movimento liberal dentro do PSL. Eles se intitulam a renovação do partido, mas agora estão de saída com a chegada do deputado federal.

Presidente estadual do PSL no Rio Grande do Sul e fundador do Livres, Fábio Osterman afirmou que perderam uma batalha, mas a guerra continua. “Saio como entrei: de cabeça erguida, pela porta da frente”, afirmou no Twitter.

Outros internautas também comentaram a decisão do PSL, reprovando a ida de Bolsonaro para a legenda. “O Livres era o único partido com uma proposta ideologicamente nova, com o objetivo de uma visão social no liberalismo (se aproveitando da própria sigla do partido). O PSL ter virado sigla de aluguel do Bolsonaro, é uma perda imensa”, comentou um internauta.

Bolsonaro estava praticamente acertado com o Partido Ecológico Nacional (PEN), que mudaria de nome para Patriotas. Nas propagandas na TV, o PEN já se intitula como Patriotas e cita Jair Bolsonaro. O amor durou pouco tempo.