O PT não demorou para reagir à decisão do TRF4, que, nesta quarta-feira, ampliou a pena em regime fechado de Lula de 9 anos e seis meses para 12 anos e um mês. A sentença [VIDEO] foi comunicada pelos desembargadores por volta das 18h e o partido, sem demora, reagiu por meio de um comunicado oficial postado no site oficial.

O texto critica a postura dos três desembargadores do tribunal que votaram de forma unânime contra o recurso de Lula, estabelecendo o placar de 3x0. Segundo o partido, a votação foi uma "farsa judicial".

"O resultado visto neste dia 24 de janeiro de 2018 no julgamento do TRF4 ao recurso de defesa do ex-presidente Lula configura uma farsa judicial, com votos claramente combinados entre os três desembargadores", diz uma parte do comunicado.

A nota foi publicada no Twitter e compartilhada pela presidente nacional da sigla, a senadora Gleisi Hoffmann [VIDEO], que ao mesmo tempo garantiu que Lula é, sim, o candidato do PT para as eleições de 2018. Pelas normas da Lei da Ficha Limpa, Lula ficaria impedido de concorrer por estar condenado, mas cabem recursos e o TSE terá a palavra final sobre a candidatura, que pode ser inscrita até o dia 15 de agosto.

Veja a postagem feita no Twitter por Gleisi Hoffmann: