Com a candidatura à Presidência da República [VIDEO] quase que garantida, #Marina Silva está preocupada com uma vertente um pouco recente das campanhas políticas: as fake news. A Rede Sustentabilidade, partido liderado pela ex-senadora da República, lançou uma campanha nas redes sociais para angariar voluntários que estivessem dispostos a combater essas notícias falsas envolvendo o nome de Marina. Segundo o partido, em uma semana, surgiram 600 pessoas interessadas.

Diversos partidos políticos são acusados de usar robôs ou perfis fakes nas redes sociais para divulgar notícias falsas sobre os candidatos concorrentes. A estratégia da Rede é diferente, segundo Lucas Brandão, responsável pela plataforma de voluntários.

O objetivo é ter um grupo de pessoas reais combatendo e defendendo Marina das fake news. A ideia é "qualificar o debate na internet".

Brandão ainda afirmou que Marina Silva sofreu muito nas duas últimas campanhas presidenciais que participou. Segundo ele, a ex-ministra de Lula [VIDEO]teve que absorver diversos ataques pessoais e divulgação de informações distorcidas por parte de seus adversários.

A preocupação da pré-candidata é tão grande com o tema que em dezembro do ano passado, pouco depois de oficializar sua pré-candidatura, soltou um comunicado criticando esse tipo de notícia e ataques pessoais. #Dentro da política