O deputado federal e pré-candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro acertou sua filiação ao Partido Social Liberal (PSL). Isso aconteceu durante o encontro com o presidente do partido, Luciano Bivar, no Recife, na sexta-feira (5). Luciano, em suas declarações, disse se sentir muito orgulhoso em ter Bolsonaro em seu partido.

O mito Jair Messias Bolsonaro

O pré-candidato à Presidência da República pelo Partido Social Liberal (PSL) é considerado por muitos brasileiros como a salvação da política do País, por ser um candidato conservador, cristão e por não ter envolvimento com nenhum tipo de corrupção. Por isso, muitos já o denominam como "Mito".

Onde quer que ele chegue, causa um grande alvoroço.

Jair Bolsonaro tem como foco em sua candidatura o fortalecimento da segurança, das Forças Armadas e os direitos dos cidadãos de bem. Ele está em segundo lugar nas recentes pesquisas de intenções de voto, atrás de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), um candidato em decadência e com envolvido em inúmeros escândalos de corrupção no país, que, além disso, corre o risco de ser preso no próximo dia 24, quando será julgado, em Porto Alegre (RS), por corrupção.

Pesquisas eleitorais

Em uma das mais recentes pesquisas realizadas pela empresa Paraná pesquisas, o pré-candidato Jair Bolsonaro se encontra com 21,1 % das intenções de votos, enquanto o ex-presidente Lula [VIDEO] aparece com 29,2 % das intenções. A pesquisa ouviu 2.020 pessoas em todo país e foi realizada entre os dias 18 e 21 de dezembro, com margem de erro de 2 pontos percentuais.

Porém, se a condenação do ex-presidente for confirmada também em segunda instância, Luiz Inácio Lula da Silva ficará inelegível e, assim, deixará o caminho livre para o parlamentar.

A declaração de Bolsonaro

Foi durante o anúncio de sua filiação ao Partido Social Liberal (PSL) que o deputado Bolsonaro declarou que "se Deus quiser, Lula será condenado", manifestando, assim, o seu desejo e alertando também a necessidade de reforçar a segurança durante o julgamento em Porto Alegre e também em outras capitais. "O pessoal da esquerda não quer largar o poder, a carta na manga é o Lula”, disse o deputado.

Por essa e por outras, o pré-candidato Jair Bolsonaro [VIDEO]é odiado e amado ao mesmo tempo. Simpatizantes do Partido do Trabalhador (PT) o odeiam, enquanto muitos brasileiros, cansados de tantos escândalos de corrupção pelo Brasil afora, amam e veneram o parlamentar. Isso pode ser percebido nas redes sociais que bombam quando o assunto é Eleições para 2018.