O deputado federal e pré-candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro acertou sua filiação ao Partido Social Liberal (PSL). Isso aconteceu durante o encontro com o presidente do partido, Luciano Bivar, no Recife, na sexta-feira (5). Luciano, em suas declarações, disse se sentir muito orgulhoso em ter Bolsonaro em seu partido.

O mito Jair Messias Bolsonaro

O pré-candidato à Presidência da República pelo Partido Social Liberal (PSL) é considerado por muitos brasileiros como a salvação da política do País, por ser um candidato conservador, cristão e por não ter envolvimento com nenhum tipo de corrupção.

Publicidade
Publicidade

Por isso, muitos já o denominam como "Mito". Onde quer que ele chegue, causa um grande alvoroço.

Jair Bolsonaro tem como foco em sua candidatura o fortalecimento da segurança, das Forças Armadas e os direitos dos cidadãos de bem. Ele está em segundo lugar nas recentes pesquisas de intenções de voto, atrás de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), um candidato em decadência e com envolvido em inúmeros escândalos de corrupção no país, que, além disso, corre o risco de ser preso no próximo dia 24, quando será julgado, em Porto Alegre (RS), por corrupção.

Publicidade

Pesquisas eleitorais

Em uma das mais recentes pesquisas realizadas pela empresa Paraná pesquisas, o pré-candidato Jair Bolsonaro se encontra com 21,1 % das intenções de votos, enquanto o ex-presidente Lula aparece com 29,2 % das intenções. A pesquisa ouviu 2.020 pessoas em todo país e foi realizada entre os dias 18 e 21 de dezembro, com margem de erro de 2 pontos percentuais.

Porém, se a condenação do ex-presidente for confirmada também em segunda instância, Luiz Inácio Lula da Silva ficará inelegível e, assim, deixará o caminho livre para o parlamentar.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro Eleições

A declaração de Bolsonaro

Foi durante o anúncio de sua filiação ao Partido Social Liberal (PSL) que o deputado Bolsonaro declarou que "se Deus quiser, Lula será condenado", manifestando, assim, o seu desejo e alertando também a necessidade de reforçar a segurança durante o julgamento em Porto Alegre e também em outras capitais. "O pessoal da esquerda não quer largar o poder, a carta na manga é o Lula”, disse o deputado.

Por essa e por outras, o pré-candidato Jair Bolsonaro é odiado e amado ao mesmo tempo. Simpatizantes do Partido do Trabalhador (PT) o odeiam, enquanto muitos brasileiros, cansados de tantos escândalos de corrupção pelo Brasil afora, amam e veneram o parlamentar. Isso pode ser percebido nas redes sociais que bombam quando o assunto é Eleições para 2018.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo