Apesar da sua enorme força de vontade em poder continuar com sua rotina diária, que é sempre muito exigente por ser o atual Presidente da República, Michel Temer não está tendo nenhuma sorte com seu estado de saúde, se encontrando muitas vezes nos hospitais, ou então acompanhado pela sua equipe médica. Tal como informa o site da “Globo”, Michel Temer foi diagnosticado neste domingo e último dia de 2017, dia 31 de dezembro, com infecção urinária, depois de já ter tido uma pequena cirurgia para resolver esse seu problema grave. Por causa dessa nova complicação, Temer, que estava com a família em Brasília, passou réveillon fora do Rio de Janeiro, tendo sido examinado por médicos mais cedo no Palácio do Jaburu.

Virada do ano preocupante

Depois de ter conseguido chegar a um dos cargos da democracia brasileira mais importantes sem que tenha sido por votação popular, devido ao “impeachment” de Dilma Rousseff, Michel Temer tem sido cada vez mais atacado e detonado publicamente, sobretudo nas redes sociais. Para muitos brasileiros, e sendo o Presidente da República mais velho da história da nossa democracia, ele já não tem condições físicas para conseguir continuar e cumprir com os exigentes compromissos profissionais.

Um resultado muito negativo

A verdade é que, e como garante o site da “Globo”, nesse passado sábado, foi feita uma coleta de urina do presidente. Os resultados foram encaminhados para Hospital das Forças Armadas (HFA), e o resultado do exame confirmou aquilo que ninguém queria: uma infecção.

Precisando de ser medicado e acompanhado diariamente, os médicos responsáveis pela saúde de Michel Temer aconselharam que essa noite de domingo fosse muito calma para ele, não tendo, por isso mesmo, surgido em nenhum órgão de comunicação social, falando ao país. [VIDEO]

Resta agora aguardar para tentar perceber se essas contantes complicações graves de saúde de Michel Temer vão continuar ou se, pelo menos até as eleições presidenciais desse ano, o atual Presidente vai conseguir cumprir com todos os seus compromissos. Nas redes sociais, vários internautas garantem que Michel Temer [VIDEO]deveria deixar o cargo, nem que seja por causa da sua saúde, pois parece ser cada vez mais evidente que Temer está vivendo com um enorme desconforto, enquanto trabalhava muitas horas todos os dias. Acha que ele deveria mesmo fazer uma pausa ou até mesmo desistir? Deixe seu comentário embaixo.