O julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está chegando e os ataques ao juiz Sérgio Moro aumentam gradativamente. Petistas, defensores de Lula e filósofos de Esquerda tentam pressionar Moro e destruí-lo frente ao povo brasileiro. Ao lado do juiz, só está o povo que confia em seus fortes trabalhos contra a corrupção. Nem PT, nem PMDB e nem qualquer outro partido defende tanto o juiz como o povo brasileiro que se cansou dos graves esquemas de corrupção que assolaram o país.

Dessa vez, surgiu uma nova figura tentando destruir a imagem do juiz. Estamos falando do Padre Leomar Antonio Montagna, da cidade de Maringá.

Através das redes sociais, ele se dirigiu com grande truculência contra os manifestantes que apoiavam os trabalhos do juiz da Lava Jato.

O padre chamou os defensores do magistrado de "patos idiotas" da Igreja Católica. O sacerdote insinuou que as pessoas que enalteciam o juiz, eram doentes e privados de alma racional. Depois, ele atacou o Poder Judiciário comentando que é parcial e que não viu em nenhum momento, os apoiadores de Moro criticando as malas de dinheiro de Aécio e do presidente Michel Temer [VIDEO]. O padre talvez não sabe que esses políticos possuem foro privilegiado e não podem ser julgados por Moro.

Revolta

Sérgio Moro nasceu em Maringá e possui muitos amigos e pessoas que admiram o seu trabalho. Fiéis da igreja do padre ficaram revoltados com as ofensas e criticaram o sacerdote.

Alguns pediam para o padre ir embora para Cuba ou Venezuela e sentisse o drama que é viver num lugar comunista e que o PT queria transformar o Brasil. Outros pediam respeito ao padre e exigiam dele apenas que se voltasse à religião e não à politica.

Um outro usuário disse que o padre tem que entender que na igreja existem fiéis que acreditam em coisas totalmente diferentes dele sobre a política e ele deveria estar atento a isso.

Claro que algumas pessoas apoiaram o sacerdote, já que todo o comentário estava em seu Face, ou seja, ele tinha bastante amigos.

Ataques ao juiz

Os ataques ao juiz estão se intensificando e os petistas tentam difamá-lo para destruir a imagem dele. O grande temor de tudo isso é que está próximo da sentença do juiz ser confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4° Região (TRF-4) e Lula poderá ter a sua prisão decretada.

O promotor italiano, Antonio Di Pietro, responsável pela Operação Mãos Limpas da Itália, avisou Moro [VIDEO] que os ataques continuarão e ele terá que estar preparado para tudo.