Causou estranheza e insatisfação nos políticos petistas a soliticação do prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Jr (PSDB-RS), que pediu apoio do Exército e da Força Nacional em ofício enviado ao Governo Federal. A medida do tucano tem como meta zelar a segurança da capital gaúcha no próximo dia 24, quando o TRF-4 julgará na cidade o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Lula [VIDEO].

Já condenado a 9 anos e seis meses pelo juiz Sérgio Moro [VIDEO], dentro das investigações da Operação Lava-Jato, Lula pode ficar impedido de concorrer às eleições presidenciais caso a pena seja mantida ou aumentada. Por isso, haverá um grande clamor popular em torno do líder petista, o que preocupa o prefeito.

Presidente do PT gaúcho e deputado federal Pepe Vargas fez duríssimas críticas à ação do prefeito. "Seria cômico se não fosse trágico. Como um gestor público pode pensar em chamar a Força Nacional para controlar manifestação, que é um direito legítimo de todos? A Força certamente tem maiores preocupações".

Outros petistas como a presidente da legenda e senadora Gleisi Hoffmann, assim como o ex-presidente da legenda, Rui Falcão, fizeram questão de se posicionar atráves das redes sociais e também criticaram o prefeito.