O ano nem bem começou e o presidente Michel Temer já enfrenta grandes desafios em sua vida. O desgaste sofrido por ele nos últimos meses tem prejudicado a sua Saúde. No Palácio do Planalto [VIDEO] já se fala de um possível afastamento para que Temer tenha mais tempo para cuidar da saúde e para complicar ainda mais, ministros estão preocupadíssimos de perderem o foro privilegiado e serem alvos do juiz Sérgio Moro. Diante disso, eles estão planejando uma fuga do Governo para tentar as eleições e continuarem a usufruir do foro especial.

A gravidade dos problemas de saúde de Temer está chamando a atenção no Congresso Nacional.

Já se cogita, inclusive, uma possível entrada do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), no seu lugar para terminar o mandato.

Nos últimos dias, o peemedebista retirou uma sonda urinária que estava usando após uma cirurgia no dia 13 de dezembro. No mês de outubro, ele já havia feito uma desobstrução da uretra. Em novembro, ele fez uma angioplastia para desobstruir três artérias coronárias e implantar stents.

De acordo com as informações, o presidente está muito frágil e o assunto da reforma da Previdência tem atrapalhado muito a sua recuperação. O peemedebista afirma que o Brasil precisa muito dessa reforma para não ter problemas no futuro e o governo ainda está distante dos 308 votos necessários para a aprovação.

Fuga dos ministros

Um outro problema que pode trazer mais transtornos para o presidente é uma possível fuga dos ministros.

Muitos deles querem disputar as eleições em outubro para conseguirem cargos com foro privilegiado. Assim, eles ficariam livres do juiz Sérgio Moro [VIDEO] e outros juízes rigorosos da Operação Lava Jato.

Os ministros parecem não se preocupar se Temer precisará ou não deles. Tudo gira em torno da sobrevivência e de evitar estar em Curitiba (PR) frente a frente com o renomado juiz da Lava Jato. Um total de 13 ministros pode deixar o governo.

Alguns querem disputar a vaga de deputado federal e a saída deles é prevista para abril. Alguns dos ministros são: Mendonça Filho, Ricardo Barros, Sarney Filho, Henrique Meirelles e Leonardo Picciani.

Sigilo

Mesmo com os graves problemas ao redor de Temer, o Planalto tenta ao máximo esconder isso da imprensa e das pessoas. Nesses dias, o presidente chegou a fazer caminhadas para mostrar que goza de boa saúde, mas pode ser tudo apenas aparência de que as coisas vão bem. O jornalista Ricardo Noblat, colunista do jornal carioca O Globo, chegou a comentar que Temer estaria com um problema sério na próstata.