Conforme informações do site "O Antagonista", a Polícia Federal (PF) decidiu agir diante de um possível descaso que envolveu o Ministério Público Federal (MPF) com o sistema de propina que foi enviado pelos servidores da Suíça ao Brasil.

A PF decidiu pedir às autoridades da Suíça uma nova cópia do sistema Drousys, já que houve violação no arquivo que estava com a Procuradoria-Geral da República.

Esses sistema em paralelo com o MyWebDay, foi criado por executivos da construtora Odebrecht para operacionalizar o pagamento de propina.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Governo

Ao chegar às mãos da equipe de Rodrigo Janot, quando este era procurador-geral da República, os procuradores acessavam o sistema de uma forma irregular e isso tirava a essência das provas que lá continham contra os corruptos.

Técnicos de Curitiba chegaram a se revoltar com o tamanho do descaso da forma como eram guardados os HDs enviados da Suíça. Quando Raquel Dodge entrou no comando, as coisas não se modificaram e nada foi feito para que houvesse um zelo maior diante deste fato.

Exército

O Exército [VIDEO], através de seu site, publicou duras críticas ao Ministério Público Federal (MPF) por serem negligentes com as provas importantíssimas contidas nos sistemas.

De acordo com o artigo publicado, o Exército ficou indignado com o MPF por perderem as chaves de acesso ao sistema MyWebDay. Apenas acessando esse material é que pode se chegar a todas as formas que o Setor de Propinas da Odebrecht conduzia os esquemas criminosos que assolavam os cofres públicos.

Conforme o site, os procuradores deveriam testar todas as chaves de acesso para que, caso surgisse algum problema, fosse enviado um comunicado às autoridades da Suíça.

Porém, a grande preocupação da PGR foi evitar que a PF chegasse próximo a esse material. O medo dos procuradores, era que os policiais tomassem a frente dos acordos de colaboração e que estavam sendo realizados pelos procuradores.

Decisão

No site do Exército se viu uma grande preocupação da PGR em não deixar a PF chegar perto do conteúdo, sendo que o trabalho deveria ser feito em conjunto.

A decisão da PF de pedir à Suíça uma nova cópia do sistema Drousys é a chance de ter em mãos novamente provas contundentes de esquemas corruptos.

A pressão do Exército pode ter sido fundamental para mostrar que os militares estão atentos com tudo o que acontece na política brasileira.

Vale ressaltar que Raquel Dodge criou uma desavença com os militares [VIDEO] ao pedir uma revisão da Lei de Anistia, onde ela pede que cinco militares sejam punidos pela morte do deputado Rubens Paiva durante o regime militar.