A possibilidade cada vez mais em evidência, de que o ex-presidente da República [VIDEO] Luiz Inácio Lula da Silva possa não mais ser candidato ao Palácio do Planalto nas Eleições deste ano, levaram à situação de "desespero" por parte de petistas e correligionários do ex-mandatário. A presidente do partido, senadora Gleisi Hoffmann, do estado do Paraná, teria feito declarações contrárias à estabilidade das eleições presidenciais de 2018, o que mais tarde, acabou sendo "desmentido" na internet, pelo próprio Partido dos Trabalhadores (PT) em sua página oficial na internet.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Lula

Entretanto, vale ressaltar que o ex-presidente Lula foi condenado em primeira e segunda instâncias, a mais de doze anos e um mês de prisão, pela prática de crimes de "colarinho branco", relacionados à corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A confirmação da condenação proferida pelo juiz Sérgio Moro, ocorreu por meio do Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF4), de Porto Alegre, no estado do Rio Grande do Sul.

Os votos unânimes de três desembargadores federais foram contrários às pretensões da defesa do ex-mandatário petista, em relação à aquisição do apartamento de luxo tríplex, localizada em uma região de alto padrão aquisitivo na cidade de Guarujá, no litoral sul do estado de São Paulo. O inquérito de Lula possui investigação que estava concentrada no âmbito da força-tarefa da Operação Lava Jato, da Polícia Federal, considerada a maior operação anticorrupção em toda a história recente do Brasil e reconhecidamente, vista como uma das maiores operações já realizadas em todo o mundo.

'Engano' petista

Com a probabilidade cada vez mais explicitada de que o ex-presidente Lula não possa ser candidato à Presidência da República, uma mensagem extremamente "polêmica" foi atribuída à presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann.

De modo enganoso, o PT sinalizou que em seu próprio site oficial, que a legenda não iria reconhecer o resultado da eleição em 2018, se o ex-presidente Lula for impedido de concorrer ao cargo de mandatário do país.

De acordo com a assessoria da direção petista, o site teria reproduzido por engano uma mensagem por meio de um comentário de um blogueiro ligado ao ex-presidente Lula, como se fosse a opinião oficial da senadora Gleisi Hoffmann. De acordo com a mensagem de retratação do site oficial do PT, "por um equívoco da produção da página do partido, o comentário respectivo teria sido produzido como subtítulo do artigo, o que permitiu a interpretação do que seria um comentário oficial". De acordo com o site, "o site já teria corrigido a informação na página do PT e não representaria o pensamento atribuído à senadora Gleisi Hoffmann, presidente da sigla".