A vida de Pabllo Vittar anda muito agitada e com muito dinheiro. Mas por ser um trans e uma imagem 'estranha' aos olhos de Deus, segundo o deputado Marco Feliciano, ele fez uma revelação surpreendente sobre o trans e ainda revelou o que 'eles' querem de verdade, se referindo aos homossexuais, transgêneros e todo o público LGBT.

Marco Feliciano é dos políticos da ala conservadora e da bancada que é conhecida como a bancada da Bíblia ou a bancada evangélica. O político não convive bem com o conceito de transgênero e sempre critica os expoentes que surgem levantando esta bandeira. Já foram alvos do político, Thammy Gretchen, Pabllo Vittar, a novela da Globo 'A Força do Querer' entre outros.

Apesar de não ser novidade os ataques do politico aos transgêneros, desta vez ele subiu realmente o tom e revela que eles são um perigo para a sociedade que quer preservar o conceito de família.

Evangélico, Marco Feliciano faz comentário adotado como homofóbico e revela o futuro

Homofóbico ou não, o discurso de Marco Feliciano revelou uma união entre a bancada da bala (segurança pública) e da Bíblia (evangélicos) contra a bancada LGBT, que em sua visão, é uma aberração e vai totalmente contra a família brasileira.

Marco alertou sobre o perigo que uma figura como Pabllo Vittar, que ganha prêmios da TV e ainda estampa latas de refrigerantes, apresenta para o conceito de família e ainda diz que o que eles querem não são direitos, e sim, privilégios.

O político criticou a Universidade do Cariri que impôs cotas para transgêneros e os atletas que nascem homens e vão disputar esportes femininos (aliás, o contrário não se tem notícia).

Ele começa o vídeo: “Com distanciamento cada vez maior dos valores, família, do moral e dos bons costumes, da honestidade, princípios e outros valores fundamentais, grupos de comunicação aproveitam essas mazelas para projetar suas táticas, nomes para os representar, como fizeram antes”, afirmou ele no vídeo.

Político faz previsão

No final o político lembra do perigo que o BBB representa, pois ele lembra que Jean Willys foi o que o programa produziu, um tipo de líder que quer impor a ideologia de gênero que é contrária a ideologia de Deus transcrita pelos apóstolos na Bíblia.

Ao final ele ainda prevê que a bancada LGBT se surgir, vai aparecer apenas para promover a promiscuidade, as cartilhas de sexo para as crianças e cotas em universidades para transexuais transgêneros, como já acontece (segundo ele)

Veja o vídeo e tire suas conclusões

Mais notícias relacionadas ao assunto

Desinibida, Pabllo Vittarexpõe as partes íntimas em apresentação e vídeo vaza [VIDEO]

Carnaval: com short mínimo, Pabllo Vittarposa e surpreende: 'Rainha de bateria' [VIDEO]