Muitos internautas comemoraram as medidas tomadas pelo presidente Michel Temer (MDB-SP) que nesta sexta-feira (16), decretou uma intervenção federal dentro do Estado do Rio de Janeiro.

Segundo o próprio Temer, o crime organizado teria tomado o Brasil [VIDEO]e isso teria que ter um fim imediato. A medida terá a votação do Congresso Nacional no dia 19 de fevereiro. Outros especialistas estão criticando o presidente dizendo que essa intervenção era uma medida pela metade, pois, segundo a Constituição Federal, o governador deveria ser destituído.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Governo

Depois das medidas federais de segurança, a presidente do Partido dos Trabalhadores [VIDEO], Gleisi Hoffmann (PT-PR), fez várias críticas duras a essas medidas.

Segundo a senadora petista, a intervenção começa a autorizar a quebra do Estado de Direito e começarão a serem repreendidos os movimentos sociais diretamente, aos civis.

Hoffman disse ainda que está muito preocupada e muito triste com as situações que acontecem. Segundo a senadora petista, essa medida é uma desculpa para parar a votação e evitar uma derrota a essa reforma no Congresso Nacional.

Gleisi ainda diz que o caos carioca é culpa da forma como foram congeladas as medidas sociais para não terem esse tipo de coisa. A PEC 95/2016 [VIDEO]faz esse serviço, pois o partido avisou que essas medidas e essa PEC causaram esse caos. Ainda disse que não se está vivendo uma real democracia e essa intervenção Militar tem foco principal de repreender os pedidos populares e é uma intervenção política.

Na opinião de Gleisi Hoffmann, o governo deveria, sim, fazer investimentos na aérea social, na área de lazer e ter um investimento em incentivo ao trabalho. Assim, haveria um resgate da cidadania brasileira e que o Brasil está nessa situação caótica porque temos a calamidade na educação, calamidade na assistência social. Existem calamidades até mesmo na área do trabalho.

A calamidade na segurança, segundo a senadora, é a falta de investimento em efetuar essas medidas sociais. Ainda põe a culpa de tudo isso nos colegas senadores que, teriam aprovado a EC Nº 95, que congela o investimento por 20 anos nessas áreas.

Em seu Twitter, a senadora chegou a dizer que sem esses votos da reforma,, o governo muda sua pauta e acabou aceitando essa intervenção no Estado do RJ. A segurança estaria muito grave por lá, porém, se deve estar sempre alerta com as represálias que sempre andam juntas a essas medidas.

Assistam ao vídeo e entendam o discurso da senadora petista: