O ministro da Fazenda [VIDEO], Henrique Meirelles (PSD), deu uma forte entrevista ao jornal "Estadão" neste final de semana. Meirelles comentou que estuda até a possibilidade de sair do PSD e se filiar ao MDB, se for necessário, para se lançar como candidato à Presidência da República [VIDEO]. O ministro está tão convicto de sua candidatura que afirmou não ver problemas em disputar o pleito até contra Michel Temer.

Segundo a fala de Meirelles, não há problema dois candidatos advindos do mesmo grupo e que defendam as mesmas questões participarem do pleito. Em suas palavras, "verificaríamos quem iria para o segundo turno ou não".

Porém, deixou claro que esse não é o melhor cenário.

Henrique Meirelles explicou que seu futuro está nas mãos do presidente do partido e ministro de Ciências, Tecnologia e Comunicação, Gilberto Kassab. O ministro tem duas opções em suas mãos: ou lançar um candidato próprio do partido à Presidência da República ou um vice-governador no estado de São Paulo na chapa de João Doria e por consequência apoiar Alckmin no pleito presidencial.

Caso o PSD decida pelo vice-governador na chapa de Doria, o próprio Kassab seria o nome escolhido para essa posição. Se a preferência for pela disputa federal, Henrique Meirelles teria seu desejo atendido.