Polêmicas e Jair Bolsonaro caminham lado a lado. Mas nem sempre o que é falado sobre o deputado federal e pré-candidato à presidência da República é verdade. Quando isso acontece, Bolsonaro usa suas redes sociais para explicar a situação e expor o seu lado da história.

Foi isso que o deputado federal fez neste domingo (11), depois que o colunista de "O Globo", Lauro Jardim, divulgou algo que Bolsonaro afirma não ter dito.

Rocinha

A Rocinha [VIDEO] é uma das maiores favelas do mundo. Como toda comunidade, a maioria honesta e trabalhadora acaba sendo subjugada pela minoria criminosa. Na Rocinha é assim.

Neste cenário, o colunista Lauro Jardim afirmou que Bolsonaro teria um plano para a Rocinha.

A ideia seria sobrevoar o local e jogar papéis pedindo aos bandidos que se entregassem. Caso isso não acontecesse, as forças policiais invadiriam o local para metralhar.

Aqui começaria uma confusão se a história fosse verdade. O que circula na internet é que Bolsonaro falou em metralhar toda a Rocinha - isso inclui os cidadãos de bem. Mas o próprio texto de Lauro Jardim dá a entender que ele metralharia os traficantes.

Mentira

Bolsonaro gravou um vídeo e postou a explicação no Facebook. A fala atribuída a ele teria sido dita em uma palestra do BTG Pactual para seis mil pessoas. O pré-candidato afirma que é mentira e explica se tivesse falado o que lhe atribuem, ele deveria ser mesmo criticado.

Além disso, Bolsonaro [VIDEO] comentou que o evento aconteceu na semana passada e que já teria virado assunto no dia e não dias depois, caso ele tivesse mesmo falado.

Diante do ocorrido, Bolsonaro e seus seguidores sentem-se perseguidos pela Rede Globo.

O parlamentar espera um pedido de desculpas de Lauro Jardim, com retratação. Certamente, o jornalista não estava no evento é recebeu a informação de alguma de suas fontes. Dificilmente, ele irá se retratar.

Pesquisas

Nas pesquisas de intenção de votos, Jair Bolsonaro é o segundo colocado na disputa com Lula (PT). Sem Lula, ele lidera. Os dados são da última pesquisa Datafolha.

A força de Bolsonaro, comprovada pelos números, é o que faria o candidato ser odiado, de acordo com os seguidores do parlamentar.

Por falar em seguidores, Bolsonaro tem muitos. So no Facebook são mais de cinco milhões. Nenhum outro político brasileiro tem isso. O capital eleitoral do deputado federal pelo Rio de Janeiro é tão grande que três de seus filhos também estão na política.