Sepúlveda Pertence, jurista e ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), foi convidado pela defesa de Luiz Inácio Lula da Silva a fazer parte da defesa do ex-presidente.

Um dos criminalistas [VIDEO] mais respeitados por todos os seus ex-colegas, que costumam até mesmo mencioná-lo em seus votos, Pertence finalmente deu a sua resposta, assinalando afirmativamente.

Ao ser oficializado, o jurista irá atuar no processo de defesa do habeas corpus que a equipe de Lula apresentou ao STF para tentar impedir a sua prisão.

Críticas de Lula ao auxílio moradia pago ao Juiz Sérgio Moro

Essa semana, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva dirigiu ataques ao juiz Sérgio Moro, em entrevista a uma rádio pernambucana, que foi transmitida pelo Facebook ao vivo.

Lula disse que o magistrado de primeira instância, que o condenou pelo caso do tríplex, [VIDEO] é um “analfabeto político” ironizando os motivos alegados por Moro ao requisitar os R$ 4,3 mil de auxílio moradia, já que percebe um salário de R$ 28,9 mil.

Em tom irônico, o ex-presidente sugeriu ao povo brasileiro, há tempos sem aumento, que fizesse o mesmo que o Juiz de Curitiba: “requeiram auxílio-moradia”. “Como pode um cidadão que tem salário de R$ 30 mil mensais pensar em auxílio-moradia, em um país onde o povo é despejado, ganha salário mínimo, e não estão recebendo os benefícios já existentes, como Minha casa minha vida”?, argumentou o ex-presidente.

O juiz Sérgio Moro justifica-se

Dia 02 de fevereiro, o juiz Sérgio Moro disse em uma entrevista que o auxílio-moradia que recebe apenas compensa a grande defasagem no salário, que não sofre reajuste desde 1º de janeiro de 2015, e que o auxílio-moradia é pago a todos os magistrados, indistintamente, embora considere o fato discutível.

Ainda atacando as decisões de Moro, Lula disse que são messiânicas as denúncias feitas contra ele no caso do Tríplex de Guarujá, e que, a bem do serviço público, essas pessoas que fazem parte de sua condenação sejam exoneradas de seus cargos, se comprovada for a sua inocência.

Mais um defensor integra a equipe de defesa de Lula

Auxílio-moradia à parte, é fato conhecido que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva mantém, em sua equipe de defesa, 06 conceituados e caríssimos advogados e contrata agora mais um, que é nada menos que o conceituado criminalista Sepúlveda Pertence.

Haja dinheiro.

Há tempos pressionada pelo PT (Partido dos Trabalhadores), a equipe que defende o ex-presidente buscou como reforço Sepúlveda Pertence, o ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), que nesta terça, 6, respondeu afirmativamente ao convite feito por Cristiano Zanin Martins que, até o momento, chefia a equipe de defesa de Lula. Sepúlveda Pertence é ex-ministro e ex-presidente do TSE (Supremo Tribunal Federal), e é considerado um dos mais renomados criminalistas da atualidade.