Com toda a situação lamentável que vem ocorrendo com o estado do Rio de Janeiro, um integrante político de muita importância para a capital, o refeito Marcelo Crivella (PRB) parece estar com sua veia piadista em ritmo ainda de Carnaval.

Balsa Família?

No início da tarde dessa quarta-feira (22), ao chegar no aeroporto em Brasília, Marcelo Crivella estava muito espirituoso. Após ser questionado sobre estar fora do Rio na semana passada, quando muitas chuvas causaram grandes estragos e transtornos nas vias públicas da cidade, tratou logo de fazer um comentário muito sem graça e de mau gosto com relação a situação: ”Lá em São Paulo também tem enchente.

Vão até lançar um programa novo: o Balsa Família!”

Na noite dessa quarta, quando ocorreu um novo temporal que inundou várias áreas da Cidade Maravilhosa, o prefeito também não estava presente, pois estava em visita oficial à Brasília para conversa com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para tratar da viabilidade de envio de mais recursos necessários a cidade, visto a extrema precariedade que todos os setores estão passando.

O Rio vem enfrentando grandes dificuldades, casos de corrupção e desvio de verba pública nas gestões do ex-governador Sérgio Cabral (MDB). A cada dia vem sendo descobertos novos casos e deixando o contribuinte mais revoltado com a situação enfrentada.

Recentemente, o atual governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (MDB), solicitou a intervenção das forças Federais para tentar conter toda a onda de crimes contra a população, que vem enfrentando problemas não só no que diz respeito à segurança pública, mas em tudo que envolve o setor público.

Intervenção federal começa a tomar primeiras atitudes para restabelecer ordem pública

Sob comando do general Walter Braga Netto, um grupo da intervenção federal na área de segurança pública no Rio ainda está fazendo um relatório para expor a verdadeira situação da Polícia Militar. O sucateamento das viaturas e a falta de todo tipo de equipamentos são pontos que estão sendo muito bem analisados para discussão de verba para levantar a corporação.

A volta do prefeito Marcelo Crivella era para ter acontecido no início da manhã desta quinta-feira (22), mas, por um problema nas turbinas do avião da empresa Latan, não pode ser realizado. Ao chegar no aeroporto ainda em Brasília, Crivella encontrou com o deputado Pedro Paulo, do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), seu oponente nas eleições realizadas no ano de 2016.

Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!