O Médium e líder espírita, Divaldo Franco, participou de um evento sobre vários temas e uma das perguntas foi sobre a ideologia de gênero. Ao dar sua opinião, ele aproveitou para enaltecer os trabalhos desenvolvidos pelo juiz federal Sérgio Moro, à frente da Operação Lava Jato e, sem mencionar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o médium falou do mau exemplo que o governo petista deu para a sociedade [VIDEO].

De acordo com o baiano Divaldo, a ideologia de gênero é um momento de alucinação psicológica que tomou conta de algumas pessoas. É um momento muito grave da cultura social da sociedade. Divaldo declarou que temos que olhar as crianças pela sua anatomia e nenhuma delas possui discernimento de falar sobre sexo.

Segundo o médium, por trás dos defensores dessa ideologia existe um interesse comunista. Analisando uma teoria de Karl Marx, a melhor forma de escravizar um povo não é economicamente, mas sim moralmente.

Em uma clara indireta a fatos acontecidos nos governos dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, o líder espírita citou que o Poder Central, dessa época, tem feito todo o esforço para comandar as pessoas que vivem em uma grande miséria econômica e moral.

Divaldo ressaltou, sem mencionar o nome de Lula, mas dando uma possível indireta ao petista, que os exemplos e comportamentos dessas personalidades são tão agressivos e estupendos que acabaram se tornando, inclusive, legais, mas nunca serão morais.

Juiz Sérgio Moro

Em um determinado momento do evento, Divaldo lembrou das manifestações que ocorrem no Brasil e citou os trabalhos do juiz federal Sérgio Moro [VIDEO], que conseguiu desnudar a hipocrisia dos crimes cometidos por poderosos.

A plateia aplaudiu o médium, demonstrando um apoio à Lava Jato.

Ele comentou que Moro nunca provocou escândalo, pelo contrário, atendeu a uma denúncia. "Levantou um véu que ocultava crimes hediondos", declarou o médium.

Conforme os dizeres de Divaldo, os desvios de dinheiro foram tão exorbitantes que devastaram os cofres públicos e as pessoas perderam serviços essenciais na Saúde, Educação e Segurança.

Veja o vídeo de uma parte da palestra:

Comportamentos

Mais uma vez dando a entender que falava de Lula, Divaldo falou do comportamento inadequado de alguns do passado próximo que estabeleceram critérios comunistas e tiveram a corrupção disfarçada como um princípio ético.

Para ele, a ideologia de gênero, criada e defendida pelo PT, é um mecanismo de deixar a criança sem qualquer princípio moral. Colocar menino e menina num mesmo banheiro é algo que deve ser repudiado com todas as forças.