O novo advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Sepúlveda Pertence [VIDEO], veio com um único objetivo: movimentar o Supremo Tribunal Federal (STF) e livrar Lula da cadeia. Pertence, que já foi ex-presidente da Corte, sabe como as coisas funcionam por lá e montou planos de defesa que até agora estão caminhando para os seus desejos.

Numa reunião com o ministro Edson Fachin [VIDEO], o novo advogado do petista conseguiu tirar proveito de uma resposta negativa para conseguir realizar uma articulação mais a frente.

Fachin negou a liminar do pedido de habeas corpus (HC) requerido pela defesa, porém, encaminhou ao Plenário do Supremo para que os outros ministros também se decidam sobre isso.

Pertence aplaudiu Fachin e viu algo positivo nessa negativa. Segundo o advogado, discutir o tema em Plenário é uma possibilidade dos ministros votarem a favor de livrar Lula de uma possível prisão.

Toda essa atitude acendeu uma luz vermelha nas Forças Armadas. Conforme informações do site "O Antagonista", militares querem saber se Sepúlveda Pertence também se animará em revisar a Lei da Filha Limpa, caso livre o ex-presidente da prisão.

A informação que se tem é que os militares não aceitam, em hipótese nenhuma, que o petista se candidate à presidência da República, já que nenhum oficial quer receber ordens de um condenado da Justiça. Qualquer ação do novo advogado do ex-presidente em tentar colocar Lula no páreo da disputa eleitoral, pode causar sérios problemas. Generais estão em alerta.

Presídio do Paraná

Independente de qualquer decisão da Corte, o Complexo Médico Penal de Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, está se preparando para receber Lula, conforme informações da Revista IstoÉ. Uma cela de 12 metros já teria sido reservada para a sua chegada. No local, ele encontraria amigos e inimigos de sua vida política. Estão presos nessa ala: o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha e o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto.

Regras

As regras do Complexo são bem rígidas. Se o petista for para este lugar, ele não terá visita íntima e seus familiares só poderão entrar no local depois de cadastrados. O banheiro será um grande desafio. O buraco no chão se torna algo constrangedor, mas é a sina de quem vai cumprir a pena por roubar uma nação.

Os advogados de Lula ainda têm esperança na Corte para o ex-presidente escapar dessa.