Um dos políticos mais famosos do País é o deputado federal Paulo Maluf. [VIDEO]Ele está com oitenta e seis anos de idade, mas enfrente justamente um dos períodos mais difíceis de sua vida, ele completa 50 dias preso. Ainda pouco antes do Natal, em 20 de dezembro de 2017, o parlamentar acabou se entregando à Polícia Federal. [VIDEO]A decisão, que fez com que ele fosse preso, foi determinada pelo Ministro Edson Fachin.

Ao todo, o político, mesmo sendo bastante idoso, foi condenado a mais de sete anos de prisão. A detenção foi motivada ainda do tempo em que Paulo Maluf era prefeito da maior cidade do país, São Paulo. Muita gente ficou comovida com a informação, mas parece que a situação de Maluf é ainda mais complicada.

Paulo Maluf extremamente debilitado, diz o seu advogado

O regime fechado do deputado está sendo cumprido no Complexo da Papuda, em Brasília. O parlamentar está na chamada ala de vulneráveis, a fim de evitar que possa receber ataques de outros presos devido à sua fama e profissão. Em entrevista ao portal de notícias R7, o advogado de Paulo Maluf, Antônio Carlos de Almeida Castro, deu detalhes sobre como o seu cliente está levando os últimos dias na prisão.

De acordo com o profissional, Maluf está em uma situação bastante delicada, usando, por exemplo, fraldão. O deputado federal, que chegou a dizer inúmeras vezes que jamais roubou os cofres públicos, também estaria usando uma cadeira de rodas para fazer o seu transporte na cadeia.

'Na pior situação que existe', detalha advogado de Paulo Maluf sobre sua situação de vida

A gravidade na vida do parlamentar é tão grande que, de acordo com o seu advogado, a qualquer momento ele pode, inclusive, parar de andar.

Um dos motivos é que a fisioterapeuta do presídio estaria tirando férias. “O próprio médico do IML (Instituto Médico Legal) disse que ele teria uma situação progressiva muito rápida e poderia chegar a não andar mais. Hoje, essa possibilidade é real", disse o advogado, que ainda lembrou que Maluf estaria sem os seus remédios, o que poderia provocar um avanço mais rápido do seu mal.

O político ainda e´assunto na web. "Pois é, a conta um dia chega. Mesmo que no fim da vida...que o diga Paulo Maluf. Agora é hora de pagar com resignação e humildade', disse um internauta. " Ficaram no poder e não melhoraram as instituições. Tanto que os maiores corruptos, como Paulo Maluf e José Sarney tinham o apoio dos militares. E tantos outros" opinou mais um.