O cantor Zeca Pagodinho [VIDEO]é um dos grandes nomes da música brasileira. Ele ficou conhecido por protagonizar sucessos importantes do samba. No entanto, ao estar no Carnaval de São Paulo, Zeca Pagodinho passou por um momento difícil. Ele teve que falar com o prefeito de São Paulo, João Doria, do PSDB. [VIDEO]

No entanto, o artista, que nem mora na cidade, mas, sim, em Xerém, distrito de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, não queria de jeito nenhum falar com o nome tucano. A situação ocorreu justamente quando acontecia o desfile do Grupo Especial da cidade. Zeca e João Doria tiveram o encontro em um camarote de uma cerveja conhecida.

Zeca Pagodinho se irrita ao ter que fazer foto ao lado do prefeito João Doria

É comum que personalidades da música encontrem-se com nomes políticos durante as festas do Carnaval. Isso não significa, no entanto, que os nomes vão se dar bem. Foi o que ocorreu quando João Doria decidiu falar com Zeca Pagodinho.

O prefeito, que deve ter que apoiar o governador paulista, Geraldo Alckmin, como possível candidato à Presidência da República, decidiu tomar a iniciativa após ver que um amigo seu havia convidado o artista, o empresário Álvaro Aoas. Pagodinho, que está 10 kg mais magro, não parecia muito à vontade em falar com o famoso prefeito.

João Doria é menosprezado ao tentar tirar foto com Zeca Pagodinho, que faz cara feia

Como político, durante a festa, João Doria teve uma boa recepção. Ele foi parado muitas vezes por quem curtia o evento, como mostra uma reportagem do portal de notícias G1 sobre o fato.

O nome do PSDB foi falar com Zeca, assim que chegou ao camarote.

No entanto, Pagodinho apenas aceitou fazer a imagem com uma condição. Apenas quando o dono do camarote apareceu e solicitou a foto, ele decidiu tirar um pouco a cara feia para o prefeito e aparecer nas imagens que repercutiram na internet.

Zeca Pagodinho só aceita posar ao lado de João Doria após negociação de contratante e assessoria

Após muita negociação das duas assessorias, Zeca concordou com a foto, mas com uma condição, queria a presença do ex-jogador Amaral entre os dois. Caso contrário, não posaria.

Extremamente irritado, Zeca gesticulava com as mãos e fazia sinal de negativo. João Doria insistiu e chegou a dar a mão ao músico, que o tempo todo ficou de cabeça baixa. Parece que participar do encontro não foi bom para o artista.

Veja abaixo o vídeo que mostra Zeca Pagodinho bastante irritado por ter que fazer uma foto ao lado do prefeito de São Paulo. Nem a fotógrafa, como é possível ver nas imagens, conseguiu fazer o cantor sorrir.