A Política no Brasil já começou e a disputa a corrida ao Palácio do Planato em 2018, que nem ainda tem candidatos oficiais, já começa a gerar o maior imbróglio. Tudo porque, neste momento da corrida presidencial, os candidatos começaram a disputa dentro de seus próprios partidos para definirem quem serão os candidatos e vice oficiais de cada chapa, para posteriormente começarem a ser chamados de candidatos à Presidência e fazerem suas campanhas.

Assim como alguns nomes conhecidos como Luiz Inácio Lula da Silva, o Lula (PT), Marina Silva (Rede Sustentabilidade), Rodrigo Maia (DEM-RJ), o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), Alvaro Dias (Podemos), Manuela D’Ávila (PCdoB), Geraldo Alckmin (PSDB); Jair Bolsonaro, pré-candidato à Presidência da República pelo Partido Social Liberal (PSL), já foram anunciados (e lançados) por seus partidos como pré-candidatos.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Jair Bolsonaro

Entretanto, segundo o filho do candidato que aparece em segundo lugar nas pesquisas, Flávio Bolsonaro, a emissora tem mostrado falta de isonomia ao fazer a cobertura da pré-candidatura do pai e por conta disto e respaldado na lei, o candidato resolveu criar uma encrenca com a maior emissora do Brasil a Globo.

Como de praxe, na cobertura das transmissões políticas da emissora, o anúncio da pré-candidatura dos nomes de cada um dos partidos é exposta na mídia, mas a falta de uma cobertura em especial, pode dar a maior dor de cabeça à emissora dos Marinho. Para Bolsonaro, ele está sendo preterido pela emissora que pode ficar por 24h sem transmissões em todo o Brasil.

Globo não cobre pré-candidatura de Bolsonaro e pode ser penalizada

Segundo o tuíte postado na conta do filho do pré-candidato, Bolsonaro vem sendo 'esquecido' pela emissora. Por conta disto, o pré-candidato vai entrar com uma ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a emissora e pedir que as sanções previstas na lei sejam aplicadas à Globo, por descumprimento da mesma.

O tuíte, que pode ser visto ao final do artigo revela que o único candidato que não teve a cobertura da pré-candidatura coberta pela emissora foi Jair Bolsonaro.

“Jurídico de Jair Bolsonaro representará organizações Globo no TSE por ser o único cujo lançamento de pré-candidatura à Presidência não teve cobertura da emissora. Falta de isonomia pode ser punida com suspensão da programação por 24 horas, segundo a legislação eleitoral”, postou Flavio.

Uma curiosidade sobre Bolsonaro é que, por conta do tamanho do partido e da bancada do mesmo no Congresso, mesmo sendo o segundo nas pesquisas, o candidato não terá tempo na TV e no rádio durante a campanha e precisará das redes sociais e da mídia para expor suas ideias.

Mais notícias sobre a política

Feliciano detona Pabllo Vittar, prevê futuro e diz o que trans 'quer' de verdade [VIDEO]

Fachin aguarda defesa de Lula e nova decisão poderá ser tomada em breve [VIDEO]